Quando a religiosidade toma o lugar da obediência a Deus

Ao longo da história, em vários lugares, em diversas ocasiões, o povo de Deus substituiu a obediência pelos rituais religiosos. Foram zel...

Os dez mandamentos foram destinados à Igreja de Cristo ou somente a Israel?

Vemos na Bíblia, a Palavra de Deus, mandamentos específicos para os israelitas, constantes do Antigo Testamento. E mandamentos exclusivos para a Igreja, apresentados ou confirmados no Novo Testamento.

Muitos dos mandamentos para os seguidores de Cristo são novos, inéditos. Alguns até constam da lei mosaica, mas não aparecem no Decálogo, como o que menciona o amor ao próximo (Lv 19.18), o qual o Senhor Jesus apresentou como segundo mandamento, em importância: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mt 22.39).
Há também os mandamentos que foram baseados na lei mosaica. Lembremo-nos de que esta, segundo o ensinamento do próprio Senhor, perdurou até a sua manifestação (Jo 1.17; Rm 10.4). E isso não é pensamento de dispensacionalista! Jesus disse que “todos os profetas e a lei profetizaram até João [Batista]” (Mt 11.13).

Em Lucas 16.16, também está escrito: “A Lei e os Profetas duraram até João; desde então, é anunciado o Reino de Deus”. Quem defende a aplicação da lei mosaica para o povo do Novo Testamento não observa que, naquela época, havia punições de ordem física para quem não cumprisse as ordenanças (Êx 21.23-25). Mas é importante observar que uma parte da lei dada a Moisés foi tomada como base para a formulação dos mandamentos transmitidos à Igreja do Senhor.

Quanto aos dez mandamentos, seus destinatários originais são — clara e inequivocamente — os israelitas (Êx 20.1,2; Dt 5.1-6). A lei mosaica, como um todo, e o Decálogo (um resumo dessa lei) não devem ser guardados pelos cristãos. Entretanto, devemos observar que quase todos os dez mandamentos (nove, mais precisamente) foram retransmitidos pelo Senhor Jesus e pelos apóstolos, de modo ampliado ou modificado.

1) Não terás outros deuses diante de mim. Este mandamento foi repetido aos seguidores de Jesus por Ele mesmo e pelos apóstolos: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e todo o teu pensamento” (Mt 22.27).Trata-se do primeiro e grande mandamento (v.38). Todos os povos da terra devem saber que somente o Senhor deve ser adorado (cf. Mt 4.10; At 19.26).

2) Não farás para ti imagem de escultura [...]. Não te encurvarás a elas nem as servirás. Especificamente sobre imagens de escultura, Paulo falou em 1 Coríntios 12.2: “Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados”. Mas o conceito de idolatria foi ampliado no Novo Testamento (cf. Gl 5.20; 1 Co 5.11; 10.7,14; 1 Jo 5.21).

3) Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão. Vemos similaridade desse mandamento com 2 Timóteo 2.19: “qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade”.

4) Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Este mandamento foi transmitido exclusivamente aos israelitas e aos estrangeiros que habitassem com eles (Êx 31.13; Is 56). Trata-se de uma aliança, um sinal, entre Deus e Israel (Êx 31.14-18). O Senhor Jesus nunca ensinou os seus discípulos a guardarem o sétimo dia (Mt 12.1-14; Mc 3.4). A instituição da guarda do sábado não se deu em Gênesis 2.1-3. Ali, Deus apenas santificou o sétimo dia, após ter concluído a obra da Criação. A instituição da guarda do sábado se deu oficialmente depois da saída do povo de Israel do Egito (Êx 16 e 20; Dt 5.12-15). Ao contrário do que asseverou Ellen G. White, em O Grande Conflito, e Charles Hodge, em sua Teologia Sistemática, não há nenhuma evidência de que Adão, Enoque, Noé, Abraão, Isaque, Jacó e José guardavam o sábado.

5) Honra a teu pai e a tua mãe. Este é o primeiro mandamento com promessa e foi retransmitido à Igreja do Senhor (Mc 7.10; Ef 6.2).

6) Não matarás. Ao discorrer sobre este mandamento, o Senhor Jesus o ampliou, haja vista o mandamento transmitido aos israelitas não ter previsto punição para agressões verbais (Mt 5.21,22). Observe o que está escrito em 1 João 3.15: “Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanecente nele a vida eterna”.

7) Não adulterarás. Este mandamento também foi ampliado pelo Senhor, visto que a lei mosaica não contemplava o aspecto psicológico (Mt 5.27-32). Na aludida lei, um adultério só era concretizado quando havia conjunção carnal, e esta era punida com pena de morte (Lv 20.10). A graça, por assim dizer, é mais exigente que a lei mosaica. Por outro lado, a misericórdia divina é maior nesses tempos neotestamentários (Rm 5.20).

8) Não furtarás. A mensagem divina de reprovação ao furto é reprisada e repisada em Efésios 4.28: “Aquele que furtava não furte mais; antes, trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade”.

9) Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.Jesus abordou o falso testemunho, ao discorrer sobre o julgamento calunioso: “Não julgueis, para que não sejais julgados” (Mt 7.1).

10) Não cobiçarás. O apóstolo João alude ao pecado da cobiça em 1 João 2.15-17, ao mencionar a concupiscência dos olhos. E Paulo, aludindo aos pecados dos israelitas durante a peregrinação no deserto, alertou: “E essas coisas foram-nos feitas em figura, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram” (1 Co 10.6).

Amém?

Ciro Sanches Zibordi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

1º TRIMESTRE 2012 1º TRIMESTRE 2013 1º TRIMESTRE 2014 1º TRIMESTRE 2015 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 2º TRIMESTRE 2012 2º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2014 2º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 3º TRIMESTRE 2012 3º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2011 4º TRIMESTRE 2012 4º TRIMESTRE 2013 4º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2015 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL ADORAÇÃO ADULTÉRIO ADULTOS AÉCIO NEVES AGENDA AGIOTAGEM ALEGRIA ALEXANDRE COELHO AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ANO NOVO ANTÔNIO GILBERTO APOLOGÉTICA APOSTOLO ARROGÂNCIA ATIVISMO ATOR AUGUSTUS NICODEMUS LOPES BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO BRASIL C. H. BROWN CAIM CALVÁRIO CASAMENTO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CIRO SANCHES ZIBORDI CLAUDIONOR DE ANDRADE CÓDIGO DA VINCI COMENTÁRIOS COPA DO MUNDO CORDEIRO CORRUPÇÃO CPAD CRIANÇAS CRIME CRISTO CRITICAS CUBA DANIEL DENZEL WASHINGTON DEPUTADOS DESIGREJADOS DEVOCIONAIS DIÁCONO DILMA ROUSSEFF DINHEIRO DIVÓRCIO DONS ESPIRITUAIS DOUTOR ECLESIASTES EDUCAÇÃO ELIAS ELIENAI CABRAL ELIEZER DE LIRA E SILVA ELIEZER RODRIGUES ELINALDO RENOVATO ENTREVISTA ENVELHECER EPÍSTOLA DE TIAGO EPÍSTOLAS ESCATOLOGIA ESCOLA DOMINICAL ESEQUIAS SOARES ESTUDOS EUNÁPOLIS EVANGELHOS EVENTOS ÊXODO EXPOSITIVO F FÁBULAS FAMÍLIA FARSA FÉ E OBRAS FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO FESTA FILHOS FILIPENSES FILMES FORNICAÇÃO FOTOS GENESIS GEREMIAS DO COUTO GLOBO GOMORRA GRATIDÃO HERESIAS HERNANDES DIAS LOPES HERRY POTTER HOMILÉTICA HOMOSSEXUALIDADE HUMILDADE ILUSTRAÇÕES ÍMPIOS INIMIGOS INIMIZADE INVESTIGAÇÃO ISRAEL JEAN WYLLYS JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JOSÉ GONÇALVES JOVENS JUSTOS LARRY WILSON LAVA JATO LEIS LIBERALISMO LIÇÕES BÍBLICAS LIDERANÇA LÍNGUA LUCAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MAGNO MALTA. MANDAMENTOS MAR VERMELHO MARCHA PARA JESUS MARCHISMO MARCO FELICIANO MARCOS MARIA MARINA SILVA MARIO SALES MARK BROWN MARTA MARTINHO LUTERO MENSAGENS MESTRE MOISÉS MULHER MUSICA MYLES MUNROE NAMORO NAMOROj NATAL NELSON NED NETO GUERRIERI NORBERT LIERTH NOTÍCIAS NOVELAS OBREIROS ÓDIO OPERAÇÃO ORAÇÃO OS DEZ MANDAMENTOS OSTENTAÇÃO PARÁBOLA PASCOA PASTORAIS PERDÃO PETROBRAS PETROLÃO PILATOS POLICIA POLITICA PORNOGRAFIA PREFEITOS PREGADORES PRESBÍTERO PRESIDENTE PROFETAS PROSPERIDADE PROTESTO PROVAÇÕES PROVÉRBIOS REFLEXÕES REFORMA REINALDO AZEVEDO RELIGIÃO RENATO BROMOCHENKEL REYNALDO ODILO ROMANOS SABEDORIA SACERDOTES SALMOS SALVAÇÃO SAMUEL F.M. COSTA SAMUEL VIEIRA SANTIFICAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SÉRIES SERMÃO DO MONTE SERMÕES SEXO SEXUALIDADE SILAS DANIEL SILAS MALAFAIA SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TEOLOGIA TESTEMUNHO TRABALHO VIDA CRISTÃ VIDEOS VINDA DE CRISTO VIOLÊNCIA WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA