terça-feira, 31 de julho de 2012

Sobre Festas Juninas

[Eu sei que este artigo está meio atrasado, mas quem sabe serve para o ano que vem, visto que todo mês de Junho este assunto volta]

A festa celebra o nascimento de João Batista, que virou um dos santos católicos. É realizada no dia 24 de junho com base no fato que João Batista havia nascido seis meses antes de Jesus (Lc 1:26,36). Se o nascimento de Jesus (Natal) é celebrado em 25 de dezembro, então o de João Batista é celebrado seis meses antes, em 24 de junho. É claro que estas datas são convenções, apenas, pois não sabemos ao certo a data do nascimento do Senhor.

Lição 06 – A Despensa Vazia - 1

LIÇÃO 6 A despensa vazia 5 de agosto de 2012

TEXTO ÁUREO
“Fui moço e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão” (Sl 37.25). – O salmista tira proveito de sua longa vida para assegurar aos retos que Deus não abandonará nem a eles e nem a seus filhos.

domingo, 29 de julho de 2012

Acontecimentos cronológicos do cristianismo

Observação: Deve-se considerar que, ainda hoje, alguns acontecimentos históricos do cristianismo são debatidos quanto à precisão de suas datas, ou seja, os subsídios cronológicos aqui expostos estão amparados por uma tolerância relevante para obtenção de dados fidedignos. 

4 a.C. – Nascimento do Messias em Belém. 

30 d.C. – Crucificação, morte e ressurreição de Jesus Cristo em Jerusalém. 

70 d.C. – Jerusalém é devastada pelo império Romano. Os cristãos de Jerusalém são dispersos pelo mundo. 

quinta-feira, 26 de julho de 2012

ARGUMENTOS PRÓ-ABORTO


Fonte:  Jorge Soares, in «Juntos pela Vida». 

1. No passado o aborto resultava por regra na morte da mãe. Contudo, em finais do sec. XVIII, descobriu-se uma técnica que, conquanto muito perigosa ainda, constitui um enorme progresso e a morte da mãe deixou de ser o resultado necessário. Depois da revolução francesa o aborto foi legalizado em muitos países do mundo. Mas na base da legalização estavam ideias erradas sobre o desenvolvimento embrionário e sobre o começo da vida. Em 1843 o cientista Martin Berry desvendou o processo de reprodução o que, de imediato, motivou uma campanha promovida por cientistas, à semelhança do que hoje acontece em questões ambientais ou de saúde, cujos slogans eram, precisamente, "A vida humana começa na concepção" e "Adopção em vez de aborto".

AMAR A VIDA

Fonte:  Hugo de Azevedo, Jornal de Notícias, 9 de Junho de 1998

O que me espanta em tudo isto e me parece ilógico é tanto amor à vida e tanto amor à morte. Que gostamos de viver, não há dúvida. É uma paixão. Gozar a vida até à última gota; saboreá-la numa festa contínua; prolongar o prazer sem lhe marcar um fim! Fazer gozo de tudo: da respiração ao sexo, do trabalho ao desporto, da "rave" à soneca, do café à política, da TV ao turismo, da cultura ao marisco...

* Veja os números assustadores do aborto em Portugal, após “legalização”.

DESDE QUE PORTUGAL APROVOU O ABORTO OS NUMEROS SAO ASSUSTADORES:

EM 2007 FOI O PRIMEIRO ANO EM QUE O NUMERO DE MORTES SUPEROU OS NUMERO DE NASCIMENTOS.

EM 2009 FOI O PRIMEIRO ANO COM MENOS DE 10.000 NASCIMENTOS!

ABORTOS LEGAIS “POR OPÇÃO DA MULHER” REALIZADOS NOS 3 ANOS QUE SE SEGUIRAM À ENTRADA EM VIGOR DA LEI 16/2007 (JULHO DE 2007):

O ABORTO TERAPÊUTICO

Fonte:  Autor: João Soares

Para a maioria (totalidade?) dos pró-aborto a sua entrada nesse caminho medonho deu-se pela porta do aborto terapêutico. Grosso modo, parece-lhes que se uma mulher estiver em perigo de vida, por causa da gravidez, é lícito matar o bebé e ponto final. Mas se se pedir a um pró-aborto para explicar qual é a posição dos pró-vida neste ponto, ele não sabe explicar.

É uma pena que na base de uma decisão tão horrorosa esteja não a opção entre duas posições diferentes que se conheciam, mas a simples adesão à única possibilidade que se vislumbrou.

OS RISCOS DO ABORTO

Fonte: João Araújo

O aborto é uma intervenção muito perigosa. Mesmo quando feito em hospitais e com todas as condições o resultado é este: "Poucos riscos em obstetrícia são tão certos como aqueles a que a grávida se expõe quando aborta após a décima quarta semana de gravidez." (Cf. Duenhoelter & Grant, "Complications Following Prostaglandin F-2A Induced Midtrimester Abortion," Amer. Jour. OB/GYN, vol. 46, no. 3, Sept. 1975, pp. 247-250).

E mais estes riscos:

O ABORTO

1. NOÇÕES BÁSICAS 

Convém definir o que se entende por «aborto». Aborto é a morte espontânea ou provocada do produto da concepção dentro do ventre materno e antes do início do parto.

Da definição surge uma primeira distinção: há abortos espontâneos, ou seja, que surgem por efeitos naturais, exteriores à vontade humana, geralmente por doença da mãe ou por deficiências cromossómicas do feto; e os provocados, quando o aborto é intencionalmente criado. Relativamente ao primeiro tipo de aborto, não se põe qualquer problema ético ou bíblico, na medida em que ele surge, geralmente, contra a vontade da mãe e em circunstâncias naturais. Mas já se põem problemas quanto ao segundo, sendo dele que importa fazer uma análise bíblica.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Governo Dilma falta com a palavra e promove o aborto

Texto preparado e aprovado na reunião extraordinária de 23/06/2012 

No dia 16 de outubro de 2010, a então candidata a Presidente da República, Dilma Rousseff, assinou uma carta de compromisso na qual afirmava:
“Sou pessoalmente contra o aborto e defendo a manutenção da legislação atual sobre o assunto. Eleita Presidente da República, não tomarei a iniciativa de propor alterações de pontos que tratem da legislação do aborto e de outros temas concernentes à família”.

Mentiras e Verdades sobre o Aborto

Para justificar este crime abominável, os abortistas inventaram uma grande quantidade de falsos argumentos que foram difundidos insistentemente, especial naqueles países onde, por qualquer motivo, tentam buscar a legalização do aborto ou ampliá-lo onde já foi legalizado alguma de suas formas. Revisemos algumas destas mentiras e qual é a verdade.

Mentira 1: É desumano não legalizar o "aborto terapêutico" que deveria ser realizado quando a gravidez põe a mulher em risco de morte ou de um mal grave e permanente.

Aborto: Tragédia ou Direito?

Julio Severo

Quando se fala em legalização do aborto, imediatamente é levantada a questão dos “casos difíceis”: as situações que deixam até mesmo as pessoas mais compassivas despreparadas diante dos que defendem o direito ao aborto. Uma menina de 12 anos é sexualmente abusada pelo próprio irmão. Uma adolescente de 16 anos, filha única de uma mãe solteira que tem de trabalhar fora para sustentar a casa, é brutalmente estuprada por um estranho. Um homem domina uma jovem em seu primeiro namoro e a violenta. Esses são apenas alguns dos casos trágicos.

Aborto, o grito silencioso dos que não nasceram

A questão do aborto esteve no topo da lista das grandes discussões políticas em nossa nação. Este é um assunto solene, que merece nossa maior atenção. Não devemos ser frívolos em sua análise. O aborto sempre foi e ainda é assunto de debates entre juristas e legisladores; é tema da ética cristã que exige um posicionamento da igreja. Algumas ponderações precisam ser feitas no trato dessa matéria: Quando começa a vida? Quem tem o direito de decidir sobre a interrupção da vida? Em que circunstâncias um aborto pode ser justificado? O que a Palavra de Deus tem a dizer sobre o assunto? Não queremos, neste artigo, discutir aqueles casos de exceção, onde a medicina e a ética cristã precisam fazer uma escolha entre a vida da mãe ou do nascituro. Queremos, sim, alertar para a prática indiscriminada e irresponsável do aborto, fruto muitas vezes, de uma conduta imoral.

Links sobre a questão do aborto.

Amigos, este é um momento de tristeza para a nação, pois o Supremo vergonhosamente decide que é legal o assassinato de crianças anencéfalas. Sobre o caso o pastor Kenneth Wieske comentou com grande sabedoria:

"Ó cultura da morte! Ó cultura da destruição de tudo que é bom e justo e santo e louvável. A cultura do reino das trevas. Não podemos esperar outra coisa de corações não regenerados e vidas dominadas pela mentira da suposta autonomia e bondade do homem. Veja aonde esta autonomia e bondade do homem nos levam: a destruição da família, a destruição do casamento, a destruição da justiça, a destruição da moralidade, a destruição da vida—começando com os bebês pequeninos, e depois alcançando bebês mais desenvolvidos, e depois os nascidos (como já acontece no Canadá), e depois os velhinhos, e depois os que têm deficiências.... Morte! Morte! Morte!

É gente?

Recebi esta semana. Réplica de plástico de um feto de 12 semanas feito pelo pessoal pró-vida da Espanha, chamado de Bebè Aido. Usado para ajudar as mães que pretendem abortar com 12 semanas de gravidez a entender que não estão apenas "extraindo" uma "coisa" de seu ventre.

CATECISMO CONTRA O ABORTO Por que devo defender a vida humana

Livro Completo

O AI-5 GAY JÁ COMEÇA A SATANIZAR PESSOAS; SE APROVADO, VAI PROVOCAR O CONTRÁRIO DO QUE PRETENDE: ACABARÁ ISOLANDO OS GAYS

O Reverendo Augustus Nicodemus Lopes, chanceler a Universidade Mackenzie — homem inteligente, capaz, disciplinado na sua fé e respeitador das leis do país; sim, eu o conheço — está sendo alvo de uma violenta campanha de difamação na Internet. Na próxima quarta, grupos gays anunciam um protesto nas imediações da universidade que ele dirige com zelo exemplar. Por quê? Ele teve a “ousadia”, vejam só, de publicar, num cantinho que lhe cabe no site da instituição trecho de uma resolução da Igreja Presbiteriana do Brasil contra a descriminação do aborto e contra aprovação do PL 122/2006 — a tal lei que criminaliza a homofobia (aqui). O texto nem era seu, mas do reverendo Roberto Brasileiro, presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil. A íntegra do documento estáaqui. Pode-se ler lá o que segue:

O que a Bíblia ensina acerca do aborto?

No Antigo Testamento, a Bíblia se utiliza das mesmas palavras hebraicas para descrever os ainda não nascidos, os bebês e as crianças. No Novo Testamento, o grego se utiliza, também, das mesmas palavras para descrever crianças ainda não nascidas, os bebês e as crianças, o que indica uma continuidade desde a concepção à fase de criança, e daí até a idade adulta.

Aborto: Os dois pontos cruciais

Rev. Augustus Nicodemus Lopes

A legislação sobre o assunto

O artigo 128 do Código Penal brasileiro (que é de 1940) permite o aborto quando há risco de vida para a mãe e quando a gravidez resulta de estupro. Porém, apenas sete hospitais no pais faziam o aborto legal. Esse ano, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a obrigatoriedade de o SUS (Sistema Único de Saúde) realizar o aborto nos termos da lei. O projeto, porém, permite ao médico (não ao hospital) recusar-se a fazer o aborto, por razão de consciência – um reconhecimento de que o assunto é polêmico e que envolve mais que procedimentos médicos mecânicos.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Anatel pune com suspensão de vendas TIM, Claro e Oi

Estados onde cada operadora
terá que suspender as vendas
 
Operadoras não poderão comercializar novas linhas a partir de segunda-feira

DANILO FARIELLO, 
JOÃO SORIMA NETO E 
NADJA SAMPAIO

BRASÍLIA — A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou nesta quarta-feira punições às operadoras TIM, Claro e Oi, que deverão suspender vendas de novas linhas a partir de segunda-feira. As vendas da TIM serão suspensas em 18 estados mais Distrito Federal , da Oi em 5 estados e da Claro em 3 estados. Só haverá, porém, uma empresa proibida de vender em cada estado.

Anatel decide suspender vendas de Claro, Oi e TIM a partir de segunda-feira



ANDREZA MATAIS
JULIA BORBA

DE BRASÍLIA 






A Anatel decidiu suspender a venda a partir de segunda-feira (23) de novas linhas de três das maiores operadoras de telefonia móvel do país: TIM, Oi e Claro.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Lição 03 – A Morte para o Verdadeiro Cristão - 1

O cerne fundamental do evangelho, 15.1-11

1 Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual ainda perseverais;
2 por ele também sois salvos, se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei, a menos que tenhais crido em vão (ou: – com que palavra eu vo-la evangelizei, se a guardastes, ou será que chegastes à fé em vão?).
3 Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras,

Louvorzão com a UMADI


Rua Rui Barbosa, 603 Centro, Cidade Baixa, Itamaraju. Preletor: Renato Bromochenkel de Eunápolis, BA.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Proposta de Código Penal libera o aborto, faz a vida humana valer menos que a de um cachorro, deixa-se pautar pela Marcha da Maconha, flerta com o “terrorismo do bem” e entrega nossas escolas ao narcotráfico. Fernandinho Beira-Mar e Marcola não pensariam em nada mais adequado a seus negócios!

A tal Comissão de Juristas encarregada de apresentar uma proposta de reforma do Código Penal terminou o seu trabalho e o entregou ao presidente do Senado, José Sarney. Se você quiser saber detalhes da tramitação, clique aqui. É possível também ler a íntegra. Há, sim, coisas positivas no novo texto, e não pretendo esgotar neste post tudo o que tem de ser dito a respeito. Mas há sugestões estúpidas, movidas por um tipo muito específico, mas não raro, de má consciência. Ela consiste no repúdio ao bom senso, rebaixado à mera condição de senso comum.

‘O Globo’ diz que Ass. de Deus cria partido político; Pr. Silas comenta

A coluna “Panorama Político”, do jornal “O Globo” desta terça-feira (26), afirma que “a igreja evangélica Assembleia de Deus foi quem criou o Partido Ecológico Nacional” (PEN).

A publicação diz ainda que a Assembleia de Deus segue os passos da Igreja Universal do Reino de Deus, “que já tem há algum tempo seu partido, o PRB”.

Pastor Silas Malafaia comenta:

OAB confirma perseguição religiosa de Conselho Federal a psicóloga cristã

A Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB do Paraná decidiu por unanimidade, que a psicóloga Marisa Lobo Franco Ferreira Alves sofreu perseguição religiosa por parte do Conselho Federal de Psicologia do Paraná (CFP/PR).

Marisa é evangélica e vem sofrendo pressão por parte do CFP/PR para retirar das redes socias suas declarações de fé, sob pena de sofrer sanções do Conselho. (Clique aqui e leia matéria relaciona publicada pelo Verdade Gospel)

Novo Código Penal apoia aborto, drogas e criminalização da homofobia; Pr. Silas comenta

O Senado iniciou nesta quarta-feira (27) a análise formal de um novo Código Penal para o Brasil. O anteprojeto contendo proposta de reforma elaborada por uma comissão de juristas foi entregue ao presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP).

As mudanças propostas envolvem questões polêmicas, como a extensão de casos em que a mulher poderá realizar o aborto, a permissão para plantio de drogas para uso próprio e a criminalização da homofobia.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Lição 02 – A Enfermidade na Vida do Crente - 1

A enfermidade e a cura na perspectiva de Deus

Referência: João 11.3

INTRODUÇÃO

1.A importância do assunto

Nós somos um ser integral – Lc 2:52 = somático, social, intelectual e espiritual. Martin Luther King diz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +