quinta-feira, 3 de abril de 2014

Lidando com o Desânimo

"Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus." (Salmos 42:11)

Mesmo para aquelas pessoas mais espiritualizadas, não são raros os dias de dúvida.

Moisés, em uma ocasião pelo menos, foi dominado por essas circunstâncias. Depois de ter escutado a queixa constante dos filhos de Israel, ele simplesmente disse ao Senhor: "Estou farto. Apenas me mate. Eu não quero lidar com essa situação nem mais um dia." 

Elias, depois de sua disputa com os profetas de Baal no Monte Carmelo, ouviu que Jezabel queria mata-lo. Ele estava tão oprimido por todas aquelas circunstâncias, tão desanimado, tão incerto e tão cheio de dúvidas, que disse a Deus: "Tome a minha vida."

Até mesmo o grande apóstolo Paulo teve momentos de desânimo. Ele escreveu à igreja de Corinto: "Irmãos, não queremos que vocês desconheçam as tribulações que sofremos na província da Ásia, as quais foram muito além da nossa capacidade de suportar, a ponto de perdermos a esperança da própria vida" (2 Coríntios 1:8).

Jeremias, o grande profeta também passou por isso. Ele foi ridicularizado e assediado por levar a Palavra de Deus. Por estar cansado da pressão que enfrentava, ele queria parar de levar a Palavra de Deus completamente. Ele disse: "[...] Por isso a palavra do Senhor trouxe-me insulto e censura o tempo todo. Mas, se eu digo: 'Não o mencionarei nem mais falarei em seu nome,' é como se um fogo ardesse em meu coração, um fogo dentro de mim. Estou exausto tentando contê-lo; já não posso mais!" (Jeremias 20:8-9)

Você não é o único que já enfrentou dúvidas ou incertezas, ou ficou perplexo por Deus não ter agido exatamente da maneira que você esperava. Podemos estar no meio da obra de Deus mas, com certeza, não podemos ver a construção acabada, assim como só Ele pode.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +