sábado, 26 de julho de 2014

Pr. Silas Malafaia denuncia perseguição religiosa e política do Governo; assista ao vídeo!

Assista ao vídeo abaixo e deixe o seu comentário no A Tribuna Gospel


Lição 6 – A Verdadeira Fé não Faz Acepção de Pessoas

A verdadeira fé cristã não faz acepção de pessoas - Silas Daniel - Um dos pecados mais comuns, até mesmo entre alguns ditos cristãos, tem sido a acepção de pessoas, isto é, a discriminação de uma pessoa por causa da sua condição financeira, da sua posição social ou da sua aparência. A acepção de pessoas trata-se de uma atitude absolutamente anticristã, como veremos com detalhes neste capítulo. Tiago 2.1- 13 enfatiza que nenhum cristão pode-se dizer verdadeiramente um cristão se vive favorecendo ou desprezando as pessoas devido à condição social delas.

domingo, 20 de julho de 2014

Lição 5 – O Cuidado ao Falar e a Religião Pura

O cuidado ao falar e a religião pura - Alexandre Coelho - Introdução
I. PRONTO PARA OUVIR E TARDIO PARA FALAR
Certa vez, Zenon, um pensador clássico, disse que temos dois ouvidos e uma boca por um simples motivo: para que possamos ouvir mais e falar menos. Por mais que essa ideia, para algumas pessoas seja engraçada, traz uma realidade importante para a nossa vida: Precisamos aprender a controlar melhor o nosso tempo gasto com essas duas atitudes inerentes da nossa natureza: ouvir a falar.

A fé verdadeira e a fé falsa - Referência: Tiago 2.1-26

INTRODUÇÃO
1. Tiago capítulo 2 é um dos textos mais importantes da Bíblia. Muitos estudiosos da Bíblia não conseguiram entendê-lo. Lutero pensou que Tiago estivesse contradizendo Paulo (Rm 3:28 – Tg 2:24; Rm 4:2-3 – Tg 2:21). Logo, Lutero chamou Tiago de carta de palha.
2. Mas será que Tiago está contrazendo Paulo? Absolutamente não. Paulo falou que a causa da salvação é a justificação pela fé somente. Tiago diz que a evidência da salvação são as obras da fé. Paulo olha para a causa fala da fé. Tiago olha para a consequência e fala das obras. Paulo deixa isso claro em Efésios 2:8-10.

Como saber que a minha religião é verdadeira - Referência: Tiago 1.19-27

INTRODUÇÃO
1. A ênfase neste parágrafo é sobre o auto-engano (1:22,26). Se um crente é enganado porque o diabo o engana é uma coisa, mas se ele peca porque engana-se a si mesmo, é uma coisa muito mais séria.
2. Muitas pessoas estão pensando que estão salvas e ainda não estão (Mt 7:22-23).
3. Muitas pessoas pensam que são espirituais e não são (Ap 3:17).
4. A verdadeira religião está centrada na Palavra de Deus. Quais são as evidências de um crente verdadeiro?

sábado, 19 de julho de 2014

Lição 4 – Gerados pela Palavra da Verdade

Gerados pela Palavra da Verdade - Silas Daniel - A Epístola de Tiago apresenta, ainda nos primeiros versículos do seu primeiro capítulo, outros importantes temas. Um deles consiste em um esclarecimento sobre a forma como o cristão deve encarar a pobreza e a riqueza. Essas condições sociais são enfatizadas pelo apóstolo como circunstâncias transitórias da vida, como situações passageiras, porquanto terrenas, e também como conjunturas em meio às quais o cristão deve aprender a estar sempre satisfeito (Tg 1.9-11).

O cristão, a política e a corrida eleitoral

Após tratar da questão igreja e política do ponto de vista teológico, ainda que de forma superficial, repito mais uma vez, minha intenção nesta última postagem é apresentar alguns critérios a serem levados em conta pelos cristãos que se sentem vocacionados para a vida pública. Embora os princípios bíblicos valham para todas as funções, quero ater-me apenas às de cunho eletivo, isto é, àquelas que dependem do voto, pois este tem sido o ponto de tensão a cada período eleitoral.

Política é "coisa" de crente?

Pensei que em três postagens daria conta de tratar do tema sobre igreja e política, mesmo de forma superficial. Mas percebi que, além desta, só terei como concluir o assunto numa quarta postagem, que já está programada para quarta-feira. Conto com a sua paciência por ter de esticar um pouco mais a conversa.

Faço coro com os que definem os papéis da igreja e da política como distintos. Aquela, enquanto instituição divina, proclama os valores eternos do Reino de Deus e as boas novas do Evangelho. Não se pode misturar as sintonias.

Política: um assunto altamente espiritual e bíblico

Nesta segunda postagem procurarei mostrar as bases bíblicas pelas quais a igreja não pode furtar-se de tratar da política, não em sentido partidário, mas como instrumento que não se dissocia da vida comunitária e pessoal e que tem os seus fundamentos no próprio Deus, desde que olhada em seu significado básico como a arte de governar. É óbvio que a abordagem, aqui, não será aprofundada até para não tornar a leitura cansativa. O propósito e mostrar da forma mais simples possível que certa aversão existente ao tema é mais fruto da forma como o homem lida com a política, a partir de sua natureza caída, pecaminosa, do que da própria política em si.

Por que se resiste a tratar de política na igreja?

Início hoje uma série de três postagens sobre o cristão e a política. Ainda temos certa resistência de tratar de política como um tema bíblico, que não pode ser relegado como algo de somenos importância ou sem qualquer conexão com a nossa vida cristã. Há razões para tal comportamento. Elas estão arraigadas em nosso meio ao longo da história evangélica em nosso país. Quem se atreve a falar de política ainda corre o risco de ser estigmatizado como desviado, como alguém que perdeu a fé, que está com as duas pernas no fogo do inferno. Pelo menos foi o que ouvi há poucos dias de alguém nas redes virtuais.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Cinco Qualidades de Um Lápis.

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou: – Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:- Estou escrevendo sobre você, é verdade.

Como viver a vida com sabedoria - Referência: Tiago 1.5-18

INTRODUÇÃO
1. Tiago escreve esta carta para ajudar os crentes dispersos a vencerem as provações a que estavam expostos, buscando ao mesmo tempo, o alvo da maturidade cristã.
2. Ele ensinou nos versos 2-4 que as provas são compatíveis com a fé cristã, são variadas, passageiras e pedagógicas.
3. Agora, Tiago vai nos mostrar como viver com sabedoria neste mundo, no meio dessas provas.

Lição 3 – A Importância da Sabedoria Humilde

A Importância da Sabedoria Humilde - Alexandre Coelho - A palavra “sabedoria” tem uma importância especial para o cristão. Como servos de Deus, somos chamados por Ele para uma vida que espelhe decisões e práticas advindas de uma sabedoria espelhada na sabedoria divina.

I. A NECESSIDADE DE SE PEDIR SABEDORIA A DEUS

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Brasil, Alemanha, derrota, copa, política, eleições, alhos e bugalhos...

Vamos por partes: 1. Assisti, torci, chorei e sorri. Sim, ainda que os esportes sejam parte da vida social, futebol parte da cultura, um dos símbolos do Brasil, essa é a típica tragédia para rir de você mesmo, fazer piada, ter respeito pelos que jogaram e pronto. Derrotado, ri da própria tragédia. Não culpo ninguém gente, é futebol e 99,9999999% da população não depende do futebol para viver (ainda que alguns façam do futebol questão de vida e morte e até se matem).

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Vexame do Mineirão supera 1950 e é a maior derrota da história

Nem o mais otimista dos torcedores alemães esperava um triunfo tão expressivo sobre o Brasil, na tarde desta terça-feira, em partida válida pelas semifinais da Copa do Mundo. O placar de 7 a 1 aplicado pelos comandados de Joachim Low, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG, superou a maior derrota sofrida na história canarinha.

Desastre histórico 8 – Princípio de tumulto em várias capitais depois de derrota

Na Folha: - A cidade de São Paulo registrou uma série de ataques a ônibus na noite desta terça-feira (8) após a derrota do Brasil na semifinal da Copa do Mundo. Também foi registrado ao menos uma tentativa de saque a uma loja de eletroeletrônicos e um incêndio em um pátio de coletivos desativados.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Como transformar provações em triunfos - Referência: Tiago 1.1-4

INTRODUÇÃO
1. Começar o estudo de um livro da Bíblia é como fazer uma viagem. Você deve decidir antes para onde você vai e o que espera ver.
2. Tiago é uma carta prática. Ele é mais pregador que escritor. É como se ele nos agarrasse pela lapela, nos fitasse nos olhos e falasse conosco algo urgente.
3. O tema central de Tiago é: o Nascimento (1:13-19a), o Crescimento (1:19b-25) e a Maturidade (1:26-5:6) do cristão.

Lição 2 – O Propósito da Tentação

O propósito da tentação - Silas Daniel - Por estar escrevendo “às doze tribos que andam dispersas” (Tg 1.1), isto é, provavelmente aos cristãos judeus que se encontravam espalhados entre as nações devido à primeira onda de perseguição ao Cristianismo no início da Igreja Primitiva (At 8.1; 11.19), o primeiro assunto que o bispo de Jerusalém trata em sua epístola é justamente a provação.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Lições Bíblicas: 3º Trimestre de 2014 "Fé e Obras - Ensinos de Tiago para uma Vida Cristã Autêntica".

Já estão impressas pela Casa Publicadora da Assembleia de Deus (CPAD) as revistas que servirão de base para o terceiro trimestre de 2014 da Escola Bíblica Dominical com o tema: "Fé e Obras - Ensinos de Tiago para uma Vida Cristã Autêntica", para a faixa etária Jovens e Adultos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +