Massacre em Suzano: até onde jogos violentos podem influenciar a mente humana?

Semelhança entre assassino de Suzano  (direita) e personagem do jogo Free Fire  (esquerda) é notável. (Foto: Guiame) Autoridades ...

quarta-feira, 16 de junho de 2010

A LIBERTAÇÃO DE JESUS

Referência: MARCOS 5.1-20

Existem muitas pessoas cativas: pelo diabo, pecado, desejos da carne.
Este texto fala de um homem cativo que foi liberto por Jesus.

I. A CIRCUNSTÂNCIA
Era noite. Tinha acontecido uma tempestade. Jesus chega num lugar de despenhadeiro.
Era uma região com cavernas, sepulcros, um cemitério.
Ouvem-se gritos de horror. Aparece um homem ferido, sangrando, com pedras nas mãos, furioso, possesso. A ação dos demônios.

II. A CONDIÇÃO DESSE HOMEM
1. Era um anônimo = Sem identidade, sem nome, sem linhagem, sem referência existencial. Não tinha fama, nem títulos, nem prestígio social.
2. Estava sob o domínio absoluto de forças malignas – v. 2 = “possesso de espírito imundo” = Não fazia sua vontade. Era controlado pelos demônios. Estava no cabresto.
3. Não tinha mais equilíbrio mental – v. 2 = “Possesso”- uma entidade maligna agia nele e através dele.
4. Não tinha mais pureza – v. 2 = Os demônios só o empurravam para o que imundo, sujo, asqueroso e nojento – Despachos em cemitérios, desenterrando defuntos.
5. Não tinha mais gosto pela vida – v. 3 = “vivia nos sepulcros…”- vivia num contexto de morte.
6. Não se deixava subjugar por forças físicas, mas estava subjugado pelos demônios – v. 3,4 =
7. Não tinha descanso – v. 5 = “Andava sempre de noite e de dia
8. “Não tinha mais amor próprio – v. 5 = “Ferindo-se com pedras”- Estava submerso num processo de morte Destruía seu corpo – feria-se com pedras. Destruía seus sentidos – perdera a noção do tempo.
9. Não tinha mais coerência – esquizofrenia – v. 6,7 = Adora a Jesus e diz “Não me atormentes.”
10. Não tinha mais identidade própria – v. 9 = Vemos aqui a extensão do mal – LEGIÃO = Qual é o teu nome? Os demônios responderam com um número e não com um nome. Era uma possessão múltipla. LEGIÃO = uma divisão do exército romano composta de uns 6.000 soldados de infantaria e cavalaria. Essas legiões formavam o braço forte com o qual Roma havia subjugado o mundo. Assim era o poder diabólico que dominava esse pobre homem.
11. Não tinha mais brandura – Mt. 8.28 = Furioso. Ninguém podia passar por aquele caminho. Transforma o homem num monstro celerado.
12. Não tinha mais pudor e honra – Lc 8.27 = “Havia muito não se vestia…”
13. Vivia na solidão – não tinha mais a assistência da família – Lc 8.27,29 = “Nem habitava em casa alguma…era impelido pelo demônio ao deserto.” – Apesar de ter dentro de si 6000 demônios estava só. Satanás só traz vazio e solidão.

III. A INTERVENÇÃO LIBERTADORA DE JESUS
1. Jesus revela o seu amor
a) Jesus faz um trajeto perigoso, enfrenta uma tempestade à noite para salvar apenas uma alma. Vai a Gadara só por causa de um homem.
b) Jesus se importa com este homem mesmo ele sendo: gentio, possesso e estando ferido, insano, nu, violento e no cemitério.
2. Jesus revela o seu poder
a) Os demônios sentem-se atormentados por Jesus
b) Jesus permite os demônios entrar nos porcos: 1) para mostrar o poder terrível que estava no homem. 2) Para mostrar que o homem vale mais que porcos. 3) Para mostrar sua autoridade sobre os demônios.
c) Jesus liberta o cativo

IV. OS EFEITOS DA LIBERTAÇÃO DE JESUS
1. Restauração integral = Jesus reintegra o homem quebrado pelo diabo – v. 15
a) Antes louco, agora em perfeito juízo = sua mente foi curada – v. 15
b) Antes andando de dia e de noite, agora assentado aos pés de Jesus = v. 15; Lc 8.35 – QUIETUDE E DEVOÇÃO
c) Antes nu, agora vestido = reintegração moral e social – v. 15
d) Antes possesso de demônios, agora aos pés de Jesus
e) Antes perigoso, agora ordeiro, calmo
f) Antes um problema para a família, agora uma bênção para a família = Jesus o manda de volta para o meio daqueles que viram mais de perto sua miséria.
g) Antes queria que Jesus se afastasse dele, agora quer seguir a Jesus
h) Antes andava no cemitério, nos sepulcros, no reino da morte e obedecia aos caprichos dos demônios, agora, está aos pés Daquele que é a ressurreição e a vida e tem prazer em obedecer Àquele que é a luz do mundo.
i) Antes era arauto da morte e do medo, agora é missionário de Cristo
j) Antes vivia uma vida desregrada e não se sujeita a ninguém, agora obedece à ordem de Jesus e vai pregar como missionário às dez cidades.

CONCLUSÃO

TEMOS EM GADARA DUAS REAÇÕES;
1) Gadareno salvo = quer estar com Jesus – v. 15
2) Povo de Gadara manda Jesus ir embora: a) Não perturbe nossa comodidade; b) Não perturbe nossos bens; c) Não perturbe nossa religião.

Jesus não desiste destes gentios de Gadara. Antes de ir embora enviou-lhes um missionário.
Jesus revelando paixão pelas almas = Vai a Gadara salvar um homem.
Os gadarenos por amor aos porcos rejeitam a Jesus = Por causa das perdas mandaram Jesus ir embora. Preferiram os demônios a Jesus por amor aos porcos.
O QUE VOCÊ VAI FAZER? Aceitar Jesus? Obedecer Jesus? Andar com Jesus? Ou vai pedir para Jesus ir embora da sua vida? É inadiável a decisão. Escolha Jesus!

Rev. Hernandes Dias Lopes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

REFLEXÕES NOTÍCIAS LIÇÕES BÍBLICAS VIDEOS ESCOLA DOMINICAL DEVOCIONAIS COMENTÁRIOS ESTUDOS SAMUEL VIEIRA VIDA CRISTÃ EVENTOS SERMÕES PASTORAIS SILAS MALAFAIA JOSÉ GONÇALVES 2º TRIMESTRE 2012 HERNANDES DIAS LOPES POLITICA ILUSTRAÇÕES ELINALDO RENOVATO FAMÍLIA SILAS DANIEL 4º TRIMESTRE 2012 ALEXANDRE COELHO ELIENAI CABRAL 1º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 EPÍSTOLA DE TIAGO EVANGELHOS 3º TRIMESTRE 2013 DILMA ROUSSEFF MENSAGENS APOLOGÉTICA APOSTOLO CASAMENTO EPÍSTOLAS 2º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2013 FOTOS 3º TRIMESTRE 2012 FILIPENSES PROFETAS 1º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2014 ADULTOS DANIEL DOUTOR OS DEZ MANDAMENTOS DONS ESPIRITUAIS LUCAS MANDAMENTOS ROMANOS 2º TRIMESTRE 2015 CPAD ESEQUIAS SOARES HOMOSSEXUALIDADE 1º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 AGENDA MARIO SALES ÊXODO ELIEZER DE LIRA E SILVA RENATO BROMOCHENKEL ANTÔNIO GILBERTO 4º TRIMESTRE 2015 CRIME JOVENS MARCOS POLICIA REFORMA SÉRIES CLAUDIONOR DE ANDRADE FÁBULAS VIOLÊNCIA AUGUSTUS NICODEMUS LOPES ECLESIASTES GENESIS SALMOS ADULTÉRIO AÉCIO NEVES CIRO SANCHES ZIBORDI MARINA SILVA NATAL 1º TRIMESTRE 2012 FORNICAÇÃO FÉ E OBRAS HERESIAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MARCO FELICIANO PROVÉRBIOS REINALDO AZEVEDO ANO NOVO BRASIL DINHEIRO INVESTIGAÇÃO MYLES MUNROE NAMORO PRESBÍTERO PROSPERIDADE SANTIFICAÇÃO SERMÃO DO MONTE 4º TRIMESTRE 2011 COPA DO MUNDO ESCATOLOGIA GEREMIAS DO COUTO GLOBO MULHER NELSON NED NOVELAS PETROBRAS PETROLÃO PORNOGRAFIA SEXO DEPUTADOS DIÁCONO EDUCAÇÃO ENTREVISTA FESTA FILHOS LAVA JATO LIBERALISMO LIDERANÇA MAGNO MALTA. MARIA MARTA MARTINHO LUTERO OBREIROS ORAÇÃO PARÁBOLA PRESIDENTE SABEDORIA 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 ADORAÇÃO ATIVISMO ATOR C. H. BROWN CORRUPÇÃO CUBA DENZEL WASHINGTON DIVÓRCIO ELIAS FILMES GRATIDÃO ISRAEL JEAN WYLLYS MARCHA PARA JESUS NORBERT LIERTH OPERAÇÃO PREGADORES PROTESTO REYNALDO ODILO SACERDOTES SAMUEL F.M. COSTA SEXUALIDADE TEOLOGIA TRABALHO 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL AGIOTAGEM ALEGRIA AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ARROGÂNCIA BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO CAIM CALVÁRIO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CORDEIRO CRIANÇAS CRISTO CRITICAS CÓDIGO DA VINCI DESIGREJADOS ELIEZER RODRIGUES ENVELHECER EUNÁPOLIS EXPOSITIVO F FARSA FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO GOMORRA HERRY POTTER HOMILÉTICA HUMILDADE INIMIGOS INIMIZADE JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JUSTOS LARRY WILSON LEIS LÍNGUA MAR VERMELHO MARCHISMO MARK BROWN MESTRE MOISÉS MUSICA NAMOROj NETO GUERRIERI OSTENTAÇÃO PASCOA PERDÃO PILATOS PREFEITOS PROVAÇÕES RELIGIÃO SALVAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TESTEMUNHO VINDA DE CRISTO WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA ÍMPIOS ÓDIO