domingo, 25 de julho de 2010

PASTOREANDO OVELHAS E ENFRENTANDO LOBOS

“E dar-vos-ei Pastores que vos apascentem com conhecimento e inteligência” Jeremias 3:15

Estamos vivendo dias difíceis para quem de fato deseja ser pastor. Os escândalos envolvendo líderes religiosos acabam colocando todos os demais em valas comuns. Isso não é novidade, pois Jesus já havia alertado sobre o perigo dos escândalos na Igreja. Lobos e pastores, ainda que ambos lidem com ovelhas, são na essência – absolutamente diferentes:

“Pastores buscam o bem das ovelhas; lobos buscam os bens das ovelhas
Pastores vivem à sombra da cruz; lobos vivem debaixo dos holofotes
Pastores têm fraquezas; lobos são poderosos
Pastores são ensináveis; lobos são donos da verdade
Pastores têm amigos; lobos têm admiradores
Pastores vivem para suas ovelhas; lobos se abastecem das suas ovelhas
Pastores apontam para CRISTO; lobos apontam para si mesmo e para suas igrejas”

Lendo o livro do Rev. Samuel Vieira (Tudo Sob Controle), deparei-me com uma análise fenomenal, chamada pelo autor de “tratamento de Deus aos pastores”:

“Outro aspecto muito negligenciado atualmente e que não deve ser esquecido é a forma como Deus protege aos seus pastores (Apoc 1.20). Quanto à igreja, o texto descreve que Jesus anda no meio dela, mas em relação aos pastores, Ele coloca-os em suas mãos: “as sete estrelas que viste na minha mão direita....são os anjos das igrejas...” Os pastores estão nas mãos de Jesus.
Qual a razão deste tratamento privilegiado que Deus dá aos pastores a quem Ele chama de anjos? A razão é obvia. O pastor exerce posição de liderança e precisa ser protegido de forma especial por causa dos ataques do diabo. Curiosamente temos visto mais e mais pastores sendo alvos de bombardeios malignos, pessoas ungidas sendo despedaçadas pela ação do inimigo. Nunca tantos pastores estiveram envolvidos em toda sorte de escândalos como agora: pastores divorciando, adultérios, escândalos financeiros, famílias fragmentadas, filhos cínicos e avessos ao Evangelho, e desanimados com a igreja.
Pastores são alvos preferenciais do diabo porque quando caem moralmente, eles perdem tudo na sua vida: autoridade, dignidade, função, família, igreja. Por outro lado, quando eles caem, o Reino de Deus é profundamente saqueado. Uma queda pastoral traz conseqüências seríssimas para a Igreja de Cristo. A Igreja precisa aprender a orar de forma mais intencional e intensa pelos seus pastores. Jesus sabe disso, e assim os coloca na sua mão direita. Particularmente isto me dá uma enorme segurança: estou nas mãos de Jesus!”

Ao mesmo tempo em que tais coisas acontecem, curiosamente temos observado um fenômeno: ovelhas que ladram contra seus pastores! Ovelhas que ladram? Creio que nem a ciência com toda sua arrogância explicativa consegue decifrar este enigma. Na Palavra, ovelha que ladra tem outro nome: Lobo! Rev. Wilson de Souza Lopes vivia dizendo: “Ovelha que ataca pastor, é lobo travestido de rebanho”.

Ovelha é dócil, o lobo agressivo.
Ovelha age por obediência, o lobo pelos seus instintos.
Ovelha se alimenta de pasto, os lobos de ovelhas e pastores.

Oremos por todos os líderes cristãos, que em todo o lugar, são chamados a responsabilidade de abençoar pela Palavra seu rebanho. Pastores, presbíteros, diáconos, missionários, gente que cuida do rebanho de Deus. Deus os sustenta em suas mãos!

Pastor Carlos Orlandi
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +