quinta-feira, 21 de abril de 2011

CARÁTER PARA SER DIFERENTE E CORAGEM PARA FAZER DIFERENÇA

Os livros de história da Igreja nos contam a respeito de um monge chamado São Bento (século IV), que após aderir ao movimento monacal – uma crítica a corrupção e imoralidade da igreja – e que levou leigos e
clérigos a retiros de isolamento de oração e quebrantamento em piedade;
conta-se que o mesmo cunhou uma frase que entrou para a história e influenciou seus contemporâneos: “Ora Et Labora” (Ore e trabalhe; ou Medite e lute).
No século seguinte, outro monge, Telêmaco, influenciado por esta palavra, homem de oração, piedoso e fervoroso em sua fé; conta-se que Telêmaco invadiu uma arena para impedir que dois gladiadores se matassem. Sua atitude foi para que cessasse a violência sanguinolenta patrocinada pelo Império Romano diante das massas extasiadas. Naquele momento nada adiantou. Telêmaco foi morto ainda na arena. Todavia, o Imperador Honório, apenas 3 meses depois declara o fim de tais práticas.
Quantas são as questões atuais que requerem da igreja uma postura de coragem? Como cristãos somos chamados para sermos sal e luz, precisamos cultivar um caráter íntegro para sermos diferentes e termos coragem para fazer a diferença no mundo em que estamos plantados por Deus.

Rev. Carlos Orlandi
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +