sábado, 12 de novembro de 2011

Mulheres na luta para serem pastoras na Assembleia de Deus

A denominação Assembleia de Deus, conhecida por ser conservadora quanto à consagração de mulheres como pastora, tem debatido sobre esse assunto e algumas Convenções já avançam na aceitação do pastorado feminino. Uma delas é a Convenção do Distrito Federal, que representou uma significativa etapa para que o ministério de pastoras ganhasse valor e credibilidade nacionalmente. Embora Convenções como a de Madureira já oficialize ordenação para mulheres, como ocorreu com a consagração da cantora Cassiane, a ideia ainda não é reconhecida pela Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGADB).

O assunto é tabu dentro do modelo que as igrejas assembleias ainda seguem. No entanto, por serem independentes, algumas Convenções Regionais podem aprovar decisões que são homologadas pela CGADB.

A Convenção das Assembleias de Deus do Distrito Federal tem como presidente o pastor Sóstenes Apolos, que decidiu em favor da consagração de pastoras. Após muitos debates, o projeto foi aprovado por 70% em assembleia composta com 1,5 mil correligionários. Segundo Apolos, existem cerca de 50 mulheres interessadas na consagração que deverão ser avaliadas em março de 2012.

A grande dúvida é se, nas próximas plenárias, a CGADB reconhecerá o quadro feminino no pastorado, já que desde 2001 não aprovou a ordenação feminina dentro dos ministérios assembleianos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +