Massacre em Suzano: até onde jogos violentos podem influenciar a mente humana?

Semelhança entre assassino de Suzano  (direita) e personagem do jogo Free Fire  (esquerda) é notável. (Foto: Guiame) Autoridades ...

quinta-feira, 26 de julho de 2012

OS RISCOS DO ABORTO

Fonte: João Araújo

O aborto é uma intervenção muito perigosa. Mesmo quando feito em hospitais e com todas as condições o resultado é este: "Poucos riscos em obstetrícia são tão certos como aqueles a que a grávida se expõe quando aborta após a décima quarta semana de gravidez." (Cf. Duenhoelter & Grant, "Complications Following Prostaglandin F-2A Induced Midtrimester Abortion," Amer. Jour. OB/GYN, vol. 46, no. 3, Sept. 1975, pp. 247-250).

E mais estes riscos:
09% Hemorragias
08% Infecções/febres altas
01% Útero perfurado
10% Trabalhos de parto longos e difíceis [posteriormente]
01% Laceração cervical
02% Esterilidade
08% Infertilidade
02% Choque/Coma
26% Dores violentas
02% PID - Abcesso nos ovários
03% Abortos incompletos
16% Desordens na menstruação
05% Parto prematuro (numa gravidez posterior).
14% Aborto expontâneo (numa gravidez "desejada" posteriormente)
20% Gravidez ectópica (numa gravidez "desejada" posteriormente)

Para ajudar a isto, durante o aborto o bebé sofre horrivelmente: "(...)logo que o mecanismo da dor aparece no feto - possivelmente 45 dias após a fecundação - os métodos usados para abortar vão-lhe causar dor. A dor é tanto mais profunda e persistente quanto mais tardio for o aborto. É mais severa e prolongada no caso de o método usado ser envenenamento por solução salina... Eles padecem numa agonia de morte." (Cf. Noonan, "The Experience of Pain," In New Perspectives on Human Abortion, Aletheia Books, 1981, p. 213).

E ainda: "Quando os médicos começaram a invadir o útero, não sabiam que o bebé não nascido reagiria à dor como qualquer criança nascida. De forma alguma o bebé não nascido apareceu como um vegetal, tal como muitas vezes tinha sido pintado; o bebé dentro do útero sabe perfeitamente quando é magoado e reage tão violentamente como qualquer bebé num berco." (Dr. A. Liley, Prof. of Fetology, University of Aukland, New Zealand)

As mulheres sujeitam-se a estes riscos e sujeitam os seus filhos a estas torturas por quê? Em nome de quê? Segundo um estudo da organização Women Exploited by Abortion, é pelas seguintes razões:

Medo que os outros descubram a gravidez
Preocupações de natureza económica
Pressão dos pais e/ou namorado/pai da criança
A gravidez interferia com a vida/planos/sonhos
Julgar-se sem preparação para ter um filho
Gravidez não planeada/desejada.

Os pró-aborto começaram sempre por defender o aborto em casos extremos e dramáticos (violação, deficiências gravíssimas). Como se vê, ou o resultado não foi o pretendido, ou pretendia-se o que não se pedia!

As complicações psicológicas que se seguem ao aborto são:

Alucinações relacionadas com o aborto
A mãe é periodicamente visitada pelo bebé abortado
Pesadelos relacionados com o aborto
Abuso de álcool e de drogas
Tendências suicidas [algumas tentadas e outras conseguidas]
Sentir-se louca e/ou a enlouquecer.
Inibição sexual
Flashbacks do aborto [o cheiro, a cama, o barulho do aspirador, etc. ]
Desconforto na presença de crianças/bebés
Diminuição da capacidade de sentir emoções
Perda da capacidade de comunicação
Ataques de choro frequentes
Preocupação pela criança abortada
Medo de que o aborto venha a ser descoberto
Sentimentos de culpa
Raiva
Depressões
Tristeza/sentimento de perda
[Cf. POST-ABORTION SYNDROME: An Emerging Public Health Concern Portsmouth, NH, Anne C. Speakhard, Ph.D., Vincent M. Rue, Ph.D. (1991)]

Para terminar, uma chamada de atenção: o aborto não é inaceitável pelo facto de ser muito perigoso, pelo facto de o bebé sofrer horrivelmente ou pelo facto de arrasar a mulher que aborta. Todas estas razões são suficientes para tornar o aborto inaceitável mas, contudo, não são razões necessárias. Ainda que o aborto fosse seguro como apanhar flores, ainda que o bebé abortado se deliciasse como quem come chocolate, ainda que a mulher abortada ficasse profundamente realizada e feliz, o aborto seria sempre o triunfo de uma pessoa forte sobre uma inocente, frágil e completamente indefesa: sem outra justificação que não a força!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

REFLEXÕES NOTÍCIAS LIÇÕES BÍBLICAS VIDEOS ESCOLA DOMINICAL DEVOCIONAIS COMENTÁRIOS ESTUDOS SAMUEL VIEIRA VIDA CRISTÃ EVENTOS SERMÕES PASTORAIS SILAS MALAFAIA JOSÉ GONÇALVES 2º TRIMESTRE 2012 HERNANDES DIAS LOPES POLITICA ILUSTRAÇÕES ELINALDO RENOVATO FAMÍLIA SILAS DANIEL 4º TRIMESTRE 2012 ALEXANDRE COELHO ELIENAI CABRAL 1º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 EPÍSTOLA DE TIAGO EVANGELHOS 3º TRIMESTRE 2013 DILMA ROUSSEFF MENSAGENS APOLOGÉTICA APOSTOLO CASAMENTO EPÍSTOLAS 2º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2013 FOTOS 3º TRIMESTRE 2012 FILIPENSES PROFETAS 1º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2014 ADULTOS DANIEL DOUTOR OS DEZ MANDAMENTOS DONS ESPIRITUAIS LUCAS MANDAMENTOS ROMANOS 2º TRIMESTRE 2015 CPAD ESEQUIAS SOARES HOMOSSEXUALIDADE 1º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 AGENDA MARIO SALES ÊXODO ELIEZER DE LIRA E SILVA RENATO BROMOCHENKEL ANTÔNIO GILBERTO 4º TRIMESTRE 2015 CRIME JOVENS MARCOS POLICIA REFORMA SÉRIES CLAUDIONOR DE ANDRADE FÁBULAS VIOLÊNCIA AUGUSTUS NICODEMUS LOPES ECLESIASTES GENESIS SALMOS ADULTÉRIO AÉCIO NEVES CIRO SANCHES ZIBORDI MARINA SILVA NATAL 1º TRIMESTRE 2012 FORNICAÇÃO FÉ E OBRAS HERESIAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MARCO FELICIANO PROVÉRBIOS REINALDO AZEVEDO ANO NOVO BRASIL DINHEIRO INVESTIGAÇÃO MYLES MUNROE NAMORO PRESBÍTERO PROSPERIDADE SANTIFICAÇÃO SERMÃO DO MONTE 4º TRIMESTRE 2011 COPA DO MUNDO ESCATOLOGIA GEREMIAS DO COUTO GLOBO MULHER NELSON NED NOVELAS PETROBRAS PETROLÃO PORNOGRAFIA SEXO DEPUTADOS DIÁCONO EDUCAÇÃO ENTREVISTA FESTA FILHOS LAVA JATO LIBERALISMO LIDERANÇA MAGNO MALTA. MARIA MARTA MARTINHO LUTERO OBREIROS ORAÇÃO PARÁBOLA PRESIDENTE SABEDORIA 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 ADORAÇÃO ATIVISMO ATOR C. H. BROWN CORRUPÇÃO CUBA DENZEL WASHINGTON DIVÓRCIO ELIAS FILMES GRATIDÃO ISRAEL JEAN WYLLYS MARCHA PARA JESUS NORBERT LIERTH OPERAÇÃO PREGADORES PROTESTO REYNALDO ODILO SACERDOTES SAMUEL F.M. COSTA SEXUALIDADE TEOLOGIA TRABALHO 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL AGIOTAGEM ALEGRIA AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ARROGÂNCIA BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO CAIM CALVÁRIO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CORDEIRO CRIANÇAS CRISTO CRITICAS CÓDIGO DA VINCI DESIGREJADOS ELIEZER RODRIGUES ENVELHECER EUNÁPOLIS EXPOSITIVO F FARSA FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO GOMORRA HERRY POTTER HOMILÉTICA HUMILDADE INIMIGOS INIMIZADE JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JUSTOS LARRY WILSON LEIS LÍNGUA MAR VERMELHO MARCHISMO MARK BROWN MESTRE MOISÉS MUSICA NAMOROj NETO GUERRIERI OSTENTAÇÃO PASCOA PERDÃO PILATOS PREFEITOS PROVAÇÕES RELIGIÃO SALVAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TESTEMUNHO VINDA DE CRISTO WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA ÍMPIOS ÓDIO