Quando a religiosidade toma o lugar da obediência a Deus

Ao longo da história, em vários lugares, em diversas ocasiões, o povo de Deus substituiu a obediência pelos rituais religiosos. Foram zel...

Haddad toma comunhão na boca da urna e acusa adversário de explorar a religião. Ou: É lícito a um não-católico participar da Eucaristia? Respondo

É sempre assim… Chegam as eleições, e petistas que nunca deram a menor bola para a religião tornam-se católicos, quase carolas. Chegou a vez de Fernando Haddad. Mais um pouco, essa turma do PT disputa um papel nas novelas que não se cansam de fazer caricatura do catolicismo.

Nota à margem: os autores de novelas aprenderam que é preciso respeitar todas as religiões em nome da diversidade cultural, que se tornou um valor. Respeitam todas, claro!, menos o cristianismo. Católicos e evangélicos, nos folhetins televisivos, são invariavelmente hipócritas, falsos moralistas, pilantras… Há a evangélica que evoca a Bíblia e faz filme pornô, a católica que faz o sinal da cruz, chifra o marido e rouba dinheiro de ONG dirigida por um padre pilantra e comilão, a carola que já foi quenga… Chama-se a isso “liberdade de expressão”, claro! Não se ousaria retratar um muçulmano assim para milhões de pessoas, certo? Seria considerado preconceito. Sem contar o eventual perigo… Termina a nota à margem. Sigo.

Seguindo
Antes de Dilma Rousseff ser candidata à Presidência, quantas vezes nós a vimos numa igreja? Resposta: nenhuma! Antes de Fernando Haddad ser candidato à Prefeitura, qual era a intimidade que exibia com a religião? Ocupando cargos públicos, o que falaram ou disseram que demonstrasse respeito às convicções religiosas? Essas são perguntas objetivas e têm respostas também objetivas.

Ministra-chefe da Casa Civil, Dilma “honrou” o catolicismo defendendo a legalização do aborto. E o fez de várias maneiras. Deu declarações nesse sentido e permitiu que o Plano Nacional de Direitos Humanos incorporasse a legalização como diretriz a ser seguida pelo governo. O plano veio à luz na forma de um decreto. Todo decreto ganha forma final na Casa Civil. Quando percebeu que a questão poderia lhe custar caro eleitoralmente, foi à igreja rezar e se persignar — de modo errado, diga-se. O plano, aprovado necessariamente por Dilma, bania todos os crucifixos de órgãos públicos, numa clara manifestação de perseguição religiosa.

E Haddad no poder? Como se demonstrou seu apego aos fundamentos do cristianismo ou, se quiserem, do catolicismo em particular? Ora, entregando uma dinheirama a ONGs militantes para que organizasse o tal kit gay. O material é pedagógica e didaticamente doloso na medida em que, sob o pretexto de combater a intolerância, faz a apologia de comportamentos sexuais de exceção — que devem, sim, ser respeitados —, apontando a sua suposta vantagem no cotejo com o comportamento de regra. Entre outros absurdos, sustenta-se, num dos filmes dirigidos a adolescentes, que a bissexualidade traz vantagens em relação à heterossexualidade porque o bissexual tem mais chances de ter com quem sair no fim de semana. O nome disso é delinquência intelectual. Nesse caso, Haddad não quis ouvir os cristãos, católicos ou evangélicos, porque, sustentava-se, a educação no Brasil é laica.

Muito bem! Hoje, lá foi ele fazer o sinal da cruz e comungar na Obra Social Dom Bosco de Itaquera, Zona Leste, em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, comandada pelo padre Rosalvino Morán Viñayo. O Estadão retratou assim a sua postura durante o culto: “Durante a maior parte do culto, Haddad, que em seus discursos tem enfatizado a necessidade de separar política e religião, manteve uma posição rígida, com o semblante fechado e as mãos cruzadas à frente do corpo, enquanto sua mulher, Ana Estela, e Chalita, ambos à vontade, cantavam hinos católicos e agitavam os braços. Ao final, o petista rezou um pai nosso e comungou.” Como a gente nota, um homem sério e respeitador, certo?

Até comungou!
Como não se tem notícia de qualquer vínculo anterior de Haddad com o catolicismo, agora se dá destaque à sua “formação ortodoxa”. Ninguém vai investigar seus vínculos reais com a Igreja Ortodoxa, e fica tudo por isso mesmo… Digamos que ortodoxo fosse, ele poderia ter comungado?

A Igreja Católica não é a festa da uva, a que basta chegar para ir se enturmando. O Direito Canônico trata do assunto no Cânone 844, a saber:
“Os ministros católicos podem legalmente administrar os sacramentos apenas aos membros católicos fiéis a Cristo; estes só podem receber os sacramentos de ministros católicos”. Mas se abre, sim, uma exceção específica para a Igreja Oriental (à qual pertenceria — ??? — Haddad). No parágrafo terceiro desse cânone:
“Os ministros católicos podem legalmente administrar os sacramentos da penitência, Eucaristia e unção dos enfermos aos membros das Igrejas orientais que não estão em plena comunhão com a Igreja Católica se, espontaneamente, lhes perguntar se estão devidamente preparados (…)”

Não sei se a pergunta foi feita. Parece que não! Se fosse, até imagino qual seria a resposta — e certamente estaria em desacordo com os fatos.

Antes da missa, vejam vocês, esse Haddad que descobriu agora o seu amor pelo catolicismo acusou o adversário José Serra de explorar temas religiosos… Como a gente nota, ele não faz isso, certo? Ele só comunga na boca da urna, mas não explora a religião…

Não por acaso, o seu cicerone na Igreja é este católico exemplar chamado Gabriel Chalita.Por Reinaldo Azevedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

1º TRIMESTRE 2012 1º TRIMESTRE 2013 1º TRIMESTRE 2014 1º TRIMESTRE 2015 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 2º TRIMESTRE 2012 2º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2014 2º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 3º TRIMESTRE 2012 3º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2011 4º TRIMESTRE 2012 4º TRIMESTRE 2013 4º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2015 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL ADORAÇÃO ADULTÉRIO ADULTOS AÉCIO NEVES AGENDA AGIOTAGEM ALEGRIA ALEXANDRE COELHO AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ANO NOVO ANTÔNIO GILBERTO APOLOGÉTICA APOSTOLO ARROGÂNCIA ATIVISMO ATOR AUGUSTUS NICODEMUS LOPES BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO BRASIL C. H. BROWN CAIM CALVÁRIO CASAMENTO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CIRO SANCHES ZIBORDI CLAUDIONOR DE ANDRADE CÓDIGO DA VINCI COMENTÁRIOS COPA DO MUNDO CORDEIRO CORRUPÇÃO CPAD CRIANÇAS CRIME CRISTO CRITICAS CUBA DANIEL DENZEL WASHINGTON DEPUTADOS DESIGREJADOS DEVOCIONAIS DIÁCONO DILMA ROUSSEFF DINHEIRO DIVÓRCIO DONS ESPIRITUAIS DOUTOR ECLESIASTES EDUCAÇÃO ELIAS ELIENAI CABRAL ELIEZER DE LIRA E SILVA ELIEZER RODRIGUES ELINALDO RENOVATO ENTREVISTA ENVELHECER EPÍSTOLA DE TIAGO EPÍSTOLAS ESCATOLOGIA ESCOLA DOMINICAL ESEQUIAS SOARES ESTUDOS EUNÁPOLIS EVANGELHOS EVENTOS ÊXODO EXPOSITIVO F FÁBULAS FAMÍLIA FARSA FÉ E OBRAS FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO FESTA FILHOS FILIPENSES FILMES FORNICAÇÃO FOTOS GENESIS GEREMIAS DO COUTO GLOBO GOMORRA GRATIDÃO HERESIAS HERNANDES DIAS LOPES HERRY POTTER HOMILÉTICA HOMOSSEXUALIDADE HUMILDADE ILUSTRAÇÕES ÍMPIOS INIMIGOS INIMIZADE INVESTIGAÇÃO ISRAEL JEAN WYLLYS JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JOSÉ GONÇALVES JOVENS JUSTOS LARRY WILSON LAVA JATO LEIS LIBERALISMO LIÇÕES BÍBLICAS LIDERANÇA LÍNGUA LUCAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MAGNO MALTA. MANDAMENTOS MAR VERMELHO MARCHA PARA JESUS MARCHISMO MARCO FELICIANO MARCOS MARIA MARINA SILVA MARIO SALES MARK BROWN MARTA MARTINHO LUTERO MENSAGENS MESTRE MOISÉS MULHER MUSICA MYLES MUNROE NAMORO NAMOROj NATAL NELSON NED NETO GUERRIERI NORBERT LIERTH NOTÍCIAS NOVELAS OBREIROS ÓDIO OPERAÇÃO ORAÇÃO OS DEZ MANDAMENTOS OSTENTAÇÃO PARÁBOLA PASCOA PASTORAIS PERDÃO PETROBRAS PETROLÃO PILATOS POLICIA POLITICA PORNOGRAFIA PREFEITOS PREGADORES PRESBÍTERO PRESIDENTE PROFETAS PROSPERIDADE PROTESTO PROVAÇÕES PROVÉRBIOS REFLEXÕES REFORMA REINALDO AZEVEDO RELIGIÃO RENATO BROMOCHENKEL REYNALDO ODILO ROMANOS SABEDORIA SACERDOTES SALMOS SALVAÇÃO SAMUEL F.M. COSTA SAMUEL VIEIRA SANTIFICAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SÉRIES SERMÃO DO MONTE SERMÕES SEXO SEXUALIDADE SILAS DANIEL SILAS MALAFAIA SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TEOLOGIA TESTEMUNHO TRABALHO VIDA CRISTÃ VIDEOS VINDA DE CRISTO VIOLÊNCIA WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA