quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Lição 4 - Elias e os Profetas de Baal - 2

INTRODUÇÃO 

I. CONFRONTANDO OS FALSOS DEUSES 
II. CONFRONTANDO OS FALSOS PROFETAS 
III. CONFRONTANDO A FALSA ADORAÇÃO 
IV. CONFRONTANDO O SINCRETISMO RELIGIOSO ESTATAL 
CONCLUSÃO 
OS FALSOS PROFETAS, QUEM SÃO? 


Por José Gonçalves 
Na revista: O que Deus requer de Nós, publicação das Testemunhas de Jeová, na lição de número 13, existe a pergunta: “Como você pode encontrar a religião verdadeira?” Ela mesma responde em seguida: “A Bíblia predisse que, após a morte dos apóstolos, aos poucos se introduziriam na congregação cristã ensinos errados e práticas não-cristãs. Homens desviaram crentes para seguir a eles, em vez de Cristo (...) Esse é o motivo de vermos tantas religiões diferentes que afirma ser cristã. Como podemos identificar os verdadeiros cristãos?”(p.26). 

Esta pergunta já fora feita de outra forma no livro Raciocínios à Base das Escrituras, onde se lê: “Como podem ser identificados os verdadeiros profetas e os falsos” (p. 158, edição de 1985). Em seguida o mesmo livro mostra como isso é possível, fornecendo as regras. 

  1. Os verdadeiros profetas tornam conhecida a sua fé em Jesus, mas se requer deles mais do que professarem o nome dele. 
  2. Os verdadeiros profetas falam em nome de Deus, mas não basta meramente afirmar estar representando a ele. 
  3. A capacidade de realizar ‘grandes sinais’ ou ‘milagres’, não é forçosamente prova de profeta verdadeiro. 
  4. O que os profetas verdadeiros predizem acontecem, mas podem não entender exatamente quando e como sucederá. 
  5. As declarações de um profeta verdadeiro promovem a adoração verdadeira e se harmoniza com a vontade revelada de Deus. 
  6. Os verdadeiros e os falsos profetas podem ser reconhecidos pelos seus frutos conforme manifestos em sua vida e na vida dos que o seguem (p. 158). 

Gostaria que o leitor observasse comigo o item de nº 4: “o que os profetas verdadeiros predizem acontece”. O problema é que as Testemunhas de Jeová já predisseram e não se cumpriu. É interessante observar ainda, que o livro citado omitiu a principal passagem bíblica que confirma isso. Vejamos como essa passagem bíblica aparece em Deuteronômio 18.21,22: 

Se disseres no teu coração: Como conheceremos a palavra que o Senhor não falou? Quando o tal profeta falar, em nome do Senhor, e tal palavra se não cumprir nem suceder assim, esta é a palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou o tal profeta: não tenhas temor dele. 

Não há o que interpretar: se um profeta falar e não se cumprir, então ele é um falso profeta [...]. 

Texto extraído da obra “Defendendo o verdadeiro Evangelho”, editada pela CPAD. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +