sábado, 17 de agosto de 2013

I can not stand it - "Eu não aguento mais" Texto base: Hebreus 11:23-26

Há alguns anos atrás, no estacionamento de um aeroporto, alguém arranhou na parede palavras bem grandes para que qualquer um pudesse ver “eu não aguento mais”, em inglês, com vários pontos de exclamação. Quem será que se deu a trabalho de subir em uma parede e arrancar a tinta da parede para fazer com que saibam de sua dor?

Quem sabe um adolescente debaixo da pressão da família? Quem sabe um jovem durante uma crise amorosa? Se for um homem de negócios em crise ou uma esposa abandonada ou um marido traído? Quem escreveu isso? Um adulto solteiro? Um aposentado? Eu não sei, mas eu sei que ao nosso redor, nestes 30 anos de ministério, até em nossas igrejas tem muita gente com o coração estas palavras arranhadas nele: “Eu não aguento mais!”.

Nesse texto de Hebreus, Deus nos fala através da experiência e do testemunho de Moisés. Ele liderava um numero enorme de pessoas. Se juntássemos a responsabilidades e as cargas que pesam sobre as costas de todos os pastores deste país, talvez não chegue à carga que aquele homem tinha sobre si. O que fez aquele homem aguentar? Qual o segredo dele?

Em primeiro Lugar, ele entregou as pressões das suas responsabilidades por que ele sabia quem ele era. Era o principio da identidade. Ele fazia parte da família real, ele tinha muitas mordomias, era considerado o filho da filha de faraó, tinha acesso a luxos, boas comidas, boas viagens. No entanto, ele recusou tudo isso. Ele sabia que era filho de hebreus e aceitou isso como vontade de Deus, sem complexos, preconceitos ou vergonhas. A razão por que não aguentamos mais é por que essas pessoas não tem aceitado aquilo que Deus fez com que elas sejam. Eles não aceitam suas famílias, seus nomes, seus corpos – brigam com Deus e com Sua soberania. Eles vivem dizendo: “Ah, se eu fosse como tal pessoa”. Se você se sente assim, eu quero que você, em nome de Jesus, rejeite este tipo de pensamento. Deus não comete erros. Se ele te criou com este corpo, nesta família, neste lugar, é por que Ele sabe que esta é a melhor forma de usá-lo e de você glorificá-lo. “Reparai na vossa vocação”, disse Paulo aos Coríntios, e continua “sabias para confundir fortes nenhuma carne se glorie diante dele” (1 Co 1:26-29). Deus usa quem o mundo despreza por que ele não pensa como nós.

Em Segundo Lugar, Moisés sabia de quem ele era. Você sabe a quem você pertence? Quem é o rei supremo sobre a sua vida? Se você é filho de Deus fica firme nesta posição. A maioria dos que não aguentam mais perderam de vista sua identidade em Cristo. Nós somos comprados por alto preço, nós fomos lavados, justificados e santificados em Jesus Cristo. Somos uma nova criatura em Cristo, somos filhos de Deus, somos nascidos de Deus e o maligno não pode tocar-nos, somos o sal da terra, somos a luz do mundo, somos servos da justiça, somos escolhidos e separados por Deus para o louvor de Sua glória.

Em Terceiro Lugar, Moisés sabia quem ele deveria agradar. Ele abandonou a grande potência do seu dia. Agradar ao faraó seria muito conveniente a Moisés. Ele era rico, poderoso e autoritário – foi patrono, mentor, patrocinador e pai adotivo de Moisés. Irmãos, é impossível agradar a todos, o importante é agradar a Deus.

Em Ultimo Lugar, Moisés sabia qual era o seu alvo. A coisa mais triste na vida do ser humano é não ter um objetivo definido ou ter um objetivo errado. A pessoa correr atrás de dinheiro, fama, satisfação e esquecer que nosso alvo é o céu é um motivo para não aguentarmos mais. Nosso galardão está nos céus e este é nosso alvo. Nossos antigos hinos sempre falavam sobre o céu, mas hoje a terra é nossa meta. Estamos aqui por um pouco de tempo, mas em breve Ele vira nos buscar. Irmão, a menor festa nos céus fará a maior alegria da terra parecer um funeral. Isto não apenas por causas das ruas de ouro ou por lá ser vazio de dores, mas por que Deus está lá. Ele é nosso galardão, Ele é nosso prazer, Ele é nossa herança e nossa porção. Precisamos ter Deus como alvo de nossa vida.

Por Silas Campos na 14ª Consciência Cristã (VINACC) – 2012
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +