ACONSELHAMENTO PASTORAL OU ACONSELHAMENTO PSICOLÓGICO?

1. QUESTÃO PRELIMINAR Esta é a primeira questão que desejo considerar: o que estudaremos será aconselhamento pastoral ou aconselhamento...

domingo, 4 de janeiro de 2015

Lição 2 – O Padrão da Lei Moral

As leis morais de Deus são aquelas leis que são baseadas na natureza de Deus. O próprio Deus é o padrão absoluto de justiça. Visto que as leis morais refletem sua natureza e caráter, elas são “imutáveis e irrevogáveis, mesmo pelo próprio Deus”.2

Visto que a natureza moral de Deus não muda e não pode mudar (Ex. 3:14; Is. 41:4; Hb. 1:11, 12), as leis que são baseadas nessa natureza são absolutas. Elas são perfeitas, universalmente obrigatórias, e eternas. 

Qualquer idéia que a lei moral de Deus é arbitrária ou baseada em algo fora de si mesmo é anti-bíblica. Sabemos que a lei moral de Deus é baseada em seu caráter moral, pois os atributos de Deus são aplicados a essa lei. 

A Bíblia diz que Deus é perfeito (Dt. 32:4; Mt. 5:48). Ela declara que “a lei do SENHOR é perfeita” (Sl. 19:7). Jesus disse que “ninguém há bom senão um, que é Deus” (Mc. 10:18). Paulo disse, “sabemos que a lei é boa” (Rm. 7:12). As Escrituras ensinam que Deus “somente é santo” (Ap. 7:12). Paulo declara em Romanos que “a lei é santa” (Rm. 7:12). “A lei é espiritual” (Rm. 7:14) e como tal é procedente do Espírito de Deus (Jo. 4:24), e traz as marcas de seu caráter… Porque o Senhor é justo (Sl. 116:5, 129:5; 145:17; Esdras 9:15; Jr. 12:1; Lm. 1:18; Dn. 9:7, 14), ele instrui os pecadores no caminho e ama as obras justas (Sl. 11:7; 25:8)… Outros atributos de Deus que são aplicados à lei são justiça (Sl. 25:8-10; Pv. 28:4-5; Zc. 7:9-12), verdade (Sl. 25:10; 119:142, 151; Ap. 15:3), fidelidade (Sl. 93:5; 111:7; 119:86) e pureza (Sl. 119:140)”.3 Visto que a lei moral de Deus é baseada em seus atributos imutáveis perfeitos, qualquer idéia de que ela era para Israel somente, ou para uma dispensação anterior, é anti-bíblica. 

A lei moral de Deus é resumida nos Dez Mandamentos (o Decálogo). O número dez na Escritura indica plenitude ou completude. Assim, os Dez Mandamentos representam o padrão ético inteiro dado à humanidade por toda a Bíblia. A antiga prática Presbiteriana e Puritana de categorizar as várias estipulações éticas e as leis sob diferentes mandamentos como expressões de cada mandamento, é de fato bíblica. Em Êxodo 32:15 somos informados que as tábuas de pedra foram escritas nos dois lados. Embora Deus não tenha dado uma revelação completa ao homem, ao dar os dez mandamentos e escrever nos dois lados das tábuas, ele deixou muito claro ao seu povo que nada era para ser adicionado pelo homem à sua lei moral. Como um sumário representando o todo, os Dez Mandamentos são perfeitos e completos.

Não sabemos o porquê os Dez Mandamentos foram escritos sobre duas tábuas de pedra. Os antigos comentaristas criam que a primeira tábua apresentava o dever do homem para com Deus, enquanto a segunda prescrevia o dever do homem para com outros homens. Porque descobertas recentes com respeito aos antigos pactos-leis médio-orientais têm revelado que duas cópias da lei-códigos eram feitas, uma para o rei e outra para o povo, alguns comentaristas modernos crêem que cada tábua continha uma cópia completa dos Dez Mandamentos. Êxodo 32:16 registra que as tábuas e a escrita sobre as mesmas foram obra de Deus. A Bíblia diz que elas foram escritas pelo dedo de Deus (Ex. 31:18). Deus enfatizou o fato que ele é o fundamento e o autor da lei moral. O fato que Deus escreveu a lei com seu próprio dedo na pedra ensina que a lei é perpétua e pretende instilar em nós quão seriamente Deus toma sua lei. “Isso era provavelmente uma indicação simbólica que a lei nunca poderia ser exterminada, que a lei moral é eternamente válida”.4

A Lei Moral - Brian Schwertley
Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto1
Fonte: Extraído de God's Law For
Modern Man, Brian Schwertley
1 E-mail para contato: felipe@monergismo.com. Traduzido em agosto/2007.
2 A. A. Hodge, The Confession of Faith: A Handbook of Christian Doctrine Expounding the Westminster Confession (London: The Banner of Truth Trust, 1992), p. 249.
3 Bahnsen, Theonomy in Christian Ethics, pp. 143-145. Monergismo.com – “Ao Senhor pertence a salvação” (Jonas 2:9)
www.monergismo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

REFLEXÕES NOTÍCIAS LIÇÕES BÍBLICAS VIDEOS ESCOLA DOMINICAL DEVOCIONAIS COMENTÁRIOS ESTUDOS SAMUEL VIEIRA VIDA CRISTÃ EVENTOS SERMÕES PASTORAIS SILAS MALAFAIA JOSÉ GONÇALVES 2º TRIMESTRE 2012 HERNANDES DIAS LOPES POLITICA ILUSTRAÇÕES ELINALDO RENOVATO FAMÍLIA SILAS DANIEL 4º TRIMESTRE 2012 ALEXANDRE COELHO ELIENAI CABRAL 1º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 EPÍSTOLA DE TIAGO EVANGELHOS 3º TRIMESTRE 2013 DILMA ROUSSEFF MENSAGENS APOLOGÉTICA APOSTOLO CASAMENTO EPÍSTOLAS 2º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2013 FOTOS 3º TRIMESTRE 2012 FILIPENSES PROFETAS 1º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2014 ADULTOS DANIEL DOUTOR OS DEZ MANDAMENTOS DONS ESPIRITUAIS LUCAS MANDAMENTOS ROMANOS 2º TRIMESTRE 2015 CPAD ESEQUIAS SOARES HOMOSSEXUALIDADE 1º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 AGENDA MARIO SALES ÊXODO ELIEZER DE LIRA E SILVA RENATO BROMOCHENKEL ANTÔNIO GILBERTO 4º TRIMESTRE 2015 CRIME JOVENS MARCOS POLICIA REFORMA SÉRIES CLAUDIONOR DE ANDRADE FÁBULAS VIOLÊNCIA AUGUSTUS NICODEMUS LOPES ECLESIASTES GENESIS SALMOS ADULTÉRIO AÉCIO NEVES CIRO SANCHES ZIBORDI MARINA SILVA NATAL 1º TRIMESTRE 2012 FORNICAÇÃO FÉ E OBRAS HERESIAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MARCO FELICIANO PROVÉRBIOS REINALDO AZEVEDO ANO NOVO BRASIL DINHEIRO INVESTIGAÇÃO MYLES MUNROE NAMORO PRESBÍTERO PROSPERIDADE SANTIFICAÇÃO SERMÃO DO MONTE 4º TRIMESTRE 2011 COPA DO MUNDO ESCATOLOGIA GEREMIAS DO COUTO GLOBO MULHER NELSON NED NOVELAS PETROBRAS PETROLÃO PORNOGRAFIA SEXO DEPUTADOS DIÁCONO EDUCAÇÃO ENTREVISTA FESTA FILHOS LAVA JATO LIBERALISMO LIDERANÇA MAGNO MALTA. MARIA MARTA MARTINHO LUTERO OBREIROS ORAÇÃO PARÁBOLA PRESIDENTE SABEDORIA 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 ADORAÇÃO ATIVISMO ATOR C. H. BROWN CORRUPÇÃO CUBA DENZEL WASHINGTON DIVÓRCIO ELIAS FILMES GRATIDÃO ISRAEL JEAN WYLLYS MARCHA PARA JESUS NORBERT LIERTH OPERAÇÃO PREGADORES PROTESTO REYNALDO ODILO SACERDOTES SAMUEL F.M. COSTA SEXUALIDADE TEOLOGIA TRABALHO 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL AGIOTAGEM ALEGRIA AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ARROGÂNCIA BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO CAIM CALVÁRIO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CORDEIRO CRIANÇAS CRISTO CRITICAS CÓDIGO DA VINCI DESIGREJADOS ELIEZER RODRIGUES ENVELHECER EUNÁPOLIS EXPOSITIVO F FARSA FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO GOMORRA HERRY POTTER HOMILÉTICA HUMILDADE INIMIGOS INIMIZADE JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JUSTOS LARRY WILSON LEIS LÍNGUA MAR VERMELHO MARCHISMO MARK BROWN MESTRE MOISÉS MUSICA NAMOROj NETO GUERRIERI OSTENTAÇÃO PASCOA PERDÃO PILATOS PREFEITOS PROVAÇÕES RELIGIÃO SALVAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TESTEMUNHO VINDA DE CRISTO WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA ÍMPIOS ÓDIO