Quando a religiosidade toma o lugar da obediência a Deus

Ao longo da história, em vários lugares, em diversas ocasiões, o povo de Deus substituiu a obediência pelos rituais religiosos. Foram zel...

Dúvidas...

Todos temos dúvidas sobre alguma coisa. Algumas são essenciais, outras secundárias. Dúvida faz parte essencial da alma humana. Do ponto de vista da ciência, a dúvida metodológica é altamente produtiva. Ela capacita novas hipóteses e teorias que abrem campos de pesquisa. Viver eternamente em dúvida e angústia, entretanto, pode ser um inferno. Não precisamos ter certeza sobre tudo, mas é importante ter convicções em algumas – Não é pré-conceito (intencionalmente separo estas palavras), mas conceito.

Jesus afirmou que “entre os nascidos de mulher, nenhum apareceu maior que João Batista” (Mt 11.11). Receber uma apreciação destas do Senhor Jesus é altamente positivo, já que ele não se engana com as aparências. João, contudo, enfrentou sérias crises teológicas, a ponto de enviar dois dos seus discípulos para indagar: “És tu o Messias que estava para vir, ou devemos esperar outro?” (Mt 11.3). Na masmorra, com privação de tudo, separado de amigos e família, teve dúvidas.

Moisés revelou muitas reservas e questionou os motivos de Deus. Deus tirou dele a sua missão por causa disto e o enviou para casa? Pelo contrário, Diariamente ia lapidando sua vida, e dando provas de sua presença constante.
Jó teve muitas lutas e crises. Chegou ao ponto de afirmar que Deus estava sendo injusto em não permitir que houvesse um tribunal onde ele se defenderia. Acusou Deus de usar de sua prerrogativa da soberania e controle das coisas. Em 16 ocasiões, levantou a clássica pergunta: “Porquê”, sem obter qualquer resposta. Deus o abandonou ou o castigou por isto? Não! No final de tudo, Jó reconhece o mistério e a graça de Deus, apesar de ter passado por muitas dúvidas.

Habacuque, outro profeta menos conhecido, questionou diretamente a Deus: “Tu és tão puro de olhos que não podes contemplar o mal; por que, pois, toleras a existência dos homens maus?” Jeremias, num momento particularmente complicado de sua vida, sofrendo rejeição abandono, e humilhação, indagou: “Serias tu, para mim, como um ilusório ribeiro de águas; como águas que enganam”? Nestas ocasiões Deus deixou de caminhar com ele? De amá-lo?

Entre todos os discípulos, Dídimo encarna melhor o protótipo da dubiedade e claudicância. Mesmo tendo Jesus falado de sua ressurreição, e diante do testemunho dos demais apóstolos, continuou recusando a crer. Jesus se aproxima dele, individualmente, e diz: “Não sejas incrédulo, creia somente!” E só assim, ele se rendeu às evidências.

Deus nunca abandona um coração sincero. Duras questões não blindam o seu coração.

Nunca se esqueça:

Deus nunca despreza um coração sincero, que faz perguntas honestas em buscas de respostas essenciais. Talvez não responda suas questões da forma como você queira, como no caso de Jó, mas ao se encontrar com Deus, você terá segurança em reconhecer: “Eu sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos, pode ser frustrado”. Afinal, “Deus não joga dados” (Einstein).

Rev. Samuel Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

1º TRIMESTRE 2012 1º TRIMESTRE 2013 1º TRIMESTRE 2014 1º TRIMESTRE 2015 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 2º TRIMESTRE 2012 2º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2014 2º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 3º TRIMESTRE 2012 3º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2011 4º TRIMESTRE 2012 4º TRIMESTRE 2013 4º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2015 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL ADORAÇÃO ADULTÉRIO ADULTOS AÉCIO NEVES AGENDA AGIOTAGEM ALEGRIA ALEXANDRE COELHO AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ANO NOVO ANTÔNIO GILBERTO APOLOGÉTICA APOSTOLO ARROGÂNCIA ATIVISMO ATOR AUGUSTUS NICODEMUS LOPES BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO BRASIL C. H. BROWN CAIM CALVÁRIO CASAMENTO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CIRO SANCHES ZIBORDI CLAUDIONOR DE ANDRADE CÓDIGO DA VINCI COMENTÁRIOS COPA DO MUNDO CORDEIRO CORRUPÇÃO CPAD CRIANÇAS CRIME CRISTO CRITICAS CUBA DANIEL DENZEL WASHINGTON DEPUTADOS DESIGREJADOS DEVOCIONAIS DIÁCONO DILMA ROUSSEFF DINHEIRO DIVÓRCIO DONS ESPIRITUAIS DOUTOR ECLESIASTES EDUCAÇÃO ELIAS ELIENAI CABRAL ELIEZER DE LIRA E SILVA ELIEZER RODRIGUES ELINALDO RENOVATO ENTREVISTA ENVELHECER EPÍSTOLA DE TIAGO EPÍSTOLAS ESCATOLOGIA ESCOLA DOMINICAL ESEQUIAS SOARES ESTUDOS EUNÁPOLIS EVANGELHOS EVENTOS ÊXODO EXPOSITIVO F FÁBULAS FAMÍLIA FARSA FÉ E OBRAS FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO FESTA FILHOS FILIPENSES FILMES FORNICAÇÃO FOTOS GENESIS GEREMIAS DO COUTO GLOBO GOMORRA GRATIDÃO HERESIAS HERNANDES DIAS LOPES HERRY POTTER HOMILÉTICA HOMOSSEXUALIDADE HUMILDADE ILUSTRAÇÕES ÍMPIOS INIMIGOS INIMIZADE INVESTIGAÇÃO ISRAEL JEAN WYLLYS JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JOSÉ GONÇALVES JOVENS JUSTOS LARRY WILSON LAVA JATO LEIS LIBERALISMO LIÇÕES BÍBLICAS LIDERANÇA LÍNGUA LUCAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MAGNO MALTA. MANDAMENTOS MAR VERMELHO MARCHA PARA JESUS MARCHISMO MARCO FELICIANO MARCOS MARIA MARINA SILVA MARIO SALES MARK BROWN MARTA MARTINHO LUTERO MENSAGENS MESTRE MOISÉS MULHER MUSICA MYLES MUNROE NAMORO NAMOROj NATAL NELSON NED NETO GUERRIERI NORBERT LIERTH NOTÍCIAS NOVELAS OBREIROS ÓDIO OPERAÇÃO ORAÇÃO OS DEZ MANDAMENTOS OSTENTAÇÃO PARÁBOLA PASCOA PASTORAIS PERDÃO PETROBRAS PETROLÃO PILATOS POLICIA POLITICA PORNOGRAFIA PREFEITOS PREGADORES PRESBÍTERO PRESIDENTE PROFETAS PROSPERIDADE PROTESTO PROVAÇÕES PROVÉRBIOS REFLEXÕES REFORMA REINALDO AZEVEDO RELIGIÃO RENATO BROMOCHENKEL REYNALDO ODILO ROMANOS SABEDORIA SACERDOTES SALMOS SALVAÇÃO SAMUEL F.M. COSTA SAMUEL VIEIRA SANTIFICAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SÉRIES SERMÃO DO MONTE SERMÕES SEXO SEXUALIDADE SILAS DANIEL SILAS MALAFAIA SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TEOLOGIA TESTEMUNHO TRABALHO VIDA CRISTÃ VIDEOS VINDA DE CRISTO VIOLÊNCIA WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA