quinta-feira, 2 de abril de 2015

Tomando as decisões corretas

Decisões tem o poder de mudar nossa vida. Para sempre. Seja para o pior ou para o melhor. O problema é que nem sempre consideramos isto quando as tomamos.

Somos livres para fazer o que queremos, mas fundamentalmente nos transformamos naquilo que escolhemos. Você não pode fazer uma opção por x e se tornar z; não pode plantar abacaxi e colher manga, ou como afirmou Jean-Paul Sartre: “Eu sou a minha decisão”. Quando tomamos uma posição, a menos que decidamos posteriormente fazer outra coisa, seremos o que escolhemos ser. Infelizmente nem sempre podemos mudar o itinerário. Algumas decisões são irreversíveis. Uma vida tirada por uma imperícia, violência, por um acidente, não pode ser restaurada. A morte é inflexível.

No Canadá existe uma rodovia, construída numa região montanhosa e de difícil acesso, com muito pouco movimento numa região quase inabitável. Bem antes de entrar nela existe muita sinalização advertindo os motoristas: “Cuidado antes de entrar nesta rodovia, porque só existe retorno daqui a 40 Kms”. 

A famosa música do Eagles, Hotel Califórnia, parece falar desta complexa situação dos hóspedes de pessoas que fazem uso daquela hospedaria, ao mesmo tempo tão atraente e tão sinistra, que muitos afirmam ser uma referência às drogas:

Espelhos no teto, a champagne rosa no gelo
E ela disse: "Nós todos somos apenas prisioneiros aqui
Do nosso próprio ardil"
E nas salas dos chefes
Eles reuniam-se para o banquete
Eles apunhalam com suas facas de aço
Mas simplesmente não conseguem matar a fera

A última coisa que me lembro, eu estava
Fugindo para a porta
Eu tinha de encontrar a passagem de volta
Ao lugar onde estava antes
"Relaxe", disse o homem da noite
"Nós estamos programados para hospedar
Você pode desocupar o quarto a qualquer hora que desejar
Mas você nunca pode ir embora! "

As decisões de hoje impactam a história, a vida de amigos, sua espiritualidade, finanças, familiares, filhos. Por isto é necessário ter cautela e prudência. A Bíblia afirma que “ o simples vê o perigo e se esquiva, mas o simples passa adiante e sofre a pena”.

Antes de andar pelas rotas sinuosas que você pretende entrar, considere os riscos. Nem todo ganho é ganho, nem toda perda é perda. Nem tudo o que reluz é ouro. Todas as maças do diabo são bonitas, mas todas têm bicho.

Rev. Samuel Vieira


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +