segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Esposa Paciente

1 Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra; 2 Considerando a vossa vida casta, em temor. 3 O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos; 4 Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus. 5 Porque assim se adornavam também antigamente as santas mulheres que esperavam em Deus, e estavam sujeitas aos seus próprios maridos; 1 Pedro 3.1-5.

2 Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor. Efésios 4.2.

Li uma ilustração no livro Ilustrações Selecionadas de Alcides Conejeiro que dizia o seguinte: Um homem vivia sob a influência de maus companheiros, entregue ao vício da embriaguez. Seus companheiros não podiam crer que ele tivesse uma boa e paciente esposa; por isso, foram à sua casa certa noite e fizeram uma terrível desordem e muito barulho. O marido ainda exigiu da esposa que ela preparasse uma refeição para eles. Ela, no seu espírito religioso, o fez, sem se queixar. Os outros, diante de tanta singularidade, perguntaram-lhe:
- Por que a senhora satisfaz todas as vontades de seu impertinente marido?
- Bem - disse ela - os bêbados só têm uma vida; como diz na Bíblia, eles não herdarão o reino de Deus. Por isso procuro fazer a sua vida aqui na terra tão feliz quanto possível.
Envergonhados, os maus companheiros deixaram aquela casa e naquela mesma noite, o esposo viciado, entregou-se a Jesus.
Com certeza este é um exemplo de uma pessoa paciente e dócil. Nada mais difícil do que tolerar um marido bêbado e que ainda faz cobranças continuamente. Acredito que muitas vezes perdemos a paciência diante de situações muito menores. Mas devemos lembrar que nós fomos chamados a viver em amor e o amor nos fortalece para que sejamos humildes e pacientes. A humildade daquela mulher foi fundamental para a conversão de seu marido. Como diz o nosso texto base a beleza de um espírito calmo e delicado tem muito valor para Deus. O marido que não crê na mensagem pode ser levado a crer pelo modo de agir de sua esposa. 
Tomemos como exemplo esta esposa paciente e sejamos mais carinhosos com as pessoas, cobrando menos uns dos outros. Não desejando sempre ser atendidos pelos outros prontamente como se todos fossem nossos servos. 
Mais do que nos preocuparmos com a nossa aparência exterior devemos cuidar da beleza do coração. 

Promova a felicidade dos relacionamentos com atitudes de paz.

Rev. Hebert Gonçalves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +