Massacre em Suzano: até onde jogos violentos podem influenciar a mente humana?

Semelhança entre assassino de Suzano  (direita) e personagem do jogo Free Fire  (esquerda) é notável. (Foto: Guiame) Autoridades ...

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Fracasso

Li recentemente um livro no qual o autor afirmava que aos 19 anos de idade foi reprovado nas duas primeiras vezes que fez o exame de volante para tirar sua carteira de motorista, e que ficou tão desanimado e envergonhado, que nos próximos 10 anos não quis tentar novamente. Ele se sentia inseguro e com medo, e por isto, aos 30 anos tentou novamente, e mais uma vez foi reprovado. Ele conta que só conseguiu ser aprovado após cinco tentativas.

Mas o ponto mais doloroso da questão foi o impacto que isto gerou sobre sua vida. O fracasso certamente deixa um efeito danoso sobre nós, e pode nos fazer duvidar da habilidade de sermos bem sucedido. Uma série de falhas, então, só corrobora para que nossos temores e dúvidas se confirmem e eventualmente gerem um sentimento de completo desânimo.

O sentimento de fracasso torna-se ainda mais destrutivo quando nos comparamos aos outros. É sempre assim. Se pensarmos que somos melhores, nos tornamos orgulhosos; se pensarmos que somos piores nos tornamos inferiorizados e amargos.

Para encerrar uma etapa de fracasso, precisamos saber o que fazer para que não caiamos de novo. O fracasso vem de diferentes formas. Pode ser resultado da auto confiança exagerada que nos leva a não nos prepararmos bem para os testes que enfrentaremos, pode ser resultante de uma baixa auto-estima, que nos leva a pensar que somos incapazes, pode ser resultado de experiências anteriores de frustrações e tropeços.

Podemos falhar como amigos, pais, filhos ou espiritualmente diante de Deus.
É bom considerar, contudo, que o fracasso muitas vezes é o ponto de grandes mudanças. Ele pode gerar humildade, nos levar a observar as coisas por outros ângulos, a perceber novas oportunidades. Eventualmente precisamos ser perdoados quanto falhamos, e neste sentido é maravilhoso entender que Deus é perdoador.

Dois termos frequentes na Bíblia tem relação direta com o fracasso: graça e misericórdia.

Por definição, graça significa que Deus dá o que não merecemos; e na misericórdia, Deus deixa de dar o que merecemos. Muitas vezes nossos fracassos mereceriam juízo severo, disciplina e punição de Deus, mesmo assim ele nos perdoa e nos levanta. Isto é misericórdia!

Outras vezes, vemos que nada merecíamos, pois tropeçamos, tomamos decisões equivocadas, e fizemos coisas erradas, apesar disto, Deus dá novas oportunidades e abre caminhos, mesmo quando nada merecemos – e de fato, não merecemos. Se merecemos algo, trata-se de mérito, e não da graça. Graça se revela quando não há mérito.

Todos fracassamos em algum ponto, mas nossa vida não precisa se limitar ao erro que cometemos. Sempre há possibilidade de se levantar e tentar novamente. Em Deus sempre encontramos novas oportunidades. Isto é maravilhoso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

REFLEXÕES NOTÍCIAS LIÇÕES BÍBLICAS VIDEOS ESCOLA DOMINICAL DEVOCIONAIS COMENTÁRIOS ESTUDOS SAMUEL VIEIRA VIDA CRISTÃ EVENTOS SERMÕES PASTORAIS SILAS MALAFAIA JOSÉ GONÇALVES 2º TRIMESTRE 2012 HERNANDES DIAS LOPES POLITICA ILUSTRAÇÕES ELINALDO RENOVATO FAMÍLIA SILAS DANIEL 4º TRIMESTRE 2012 ALEXANDRE COELHO ELIENAI CABRAL 1º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 EPÍSTOLA DE TIAGO EVANGELHOS 3º TRIMESTRE 2013 DILMA ROUSSEFF MENSAGENS APOLOGÉTICA APOSTOLO CASAMENTO EPÍSTOLAS 2º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2013 FOTOS 3º TRIMESTRE 2012 FILIPENSES PROFETAS 1º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2014 ADULTOS DANIEL DOUTOR OS DEZ MANDAMENTOS DONS ESPIRITUAIS LUCAS MANDAMENTOS ROMANOS 2º TRIMESTRE 2015 CPAD ESEQUIAS SOARES HOMOSSEXUALIDADE 1º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 AGENDA MARIO SALES ÊXODO ELIEZER DE LIRA E SILVA RENATO BROMOCHENKEL ANTÔNIO GILBERTO 4º TRIMESTRE 2015 CRIME JOVENS MARCOS POLICIA REFORMA SÉRIES CLAUDIONOR DE ANDRADE FÁBULAS VIOLÊNCIA AUGUSTUS NICODEMUS LOPES ECLESIASTES GENESIS SALMOS ADULTÉRIO AÉCIO NEVES CIRO SANCHES ZIBORDI MARINA SILVA NATAL 1º TRIMESTRE 2012 FORNICAÇÃO FÉ E OBRAS HERESIAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MARCO FELICIANO PROVÉRBIOS REINALDO AZEVEDO ANO NOVO BRASIL DINHEIRO INVESTIGAÇÃO MYLES MUNROE NAMORO PRESBÍTERO PROSPERIDADE SANTIFICAÇÃO SERMÃO DO MONTE 4º TRIMESTRE 2011 COPA DO MUNDO ESCATOLOGIA GEREMIAS DO COUTO GLOBO MULHER NELSON NED NOVELAS PETROBRAS PETROLÃO PORNOGRAFIA SEXO DEPUTADOS DIÁCONO EDUCAÇÃO ENTREVISTA FESTA FILHOS LAVA JATO LIBERALISMO LIDERANÇA MAGNO MALTA. MARIA MARTA MARTINHO LUTERO OBREIROS ORAÇÃO PARÁBOLA PRESIDENTE SABEDORIA 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 ADORAÇÃO ATIVISMO ATOR C. H. BROWN CORRUPÇÃO CUBA DENZEL WASHINGTON DIVÓRCIO ELIAS FILMES GRATIDÃO ISRAEL JEAN WYLLYS MARCHA PARA JESUS NORBERT LIERTH OPERAÇÃO PREGADORES PROTESTO REYNALDO ODILO SACERDOTES SAMUEL F.M. COSTA SEXUALIDADE TEOLOGIA TRABALHO 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL AGIOTAGEM ALEGRIA AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ARROGÂNCIA BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO CAIM CALVÁRIO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CORDEIRO CRIANÇAS CRISTO CRITICAS CÓDIGO DA VINCI DESIGREJADOS ELIEZER RODRIGUES ENVELHECER EUNÁPOLIS EXPOSITIVO F FARSA FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO GOMORRA HERRY POTTER HOMILÉTICA HUMILDADE INIMIGOS INIMIZADE JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JUSTOS LARRY WILSON LEIS LÍNGUA MAR VERMELHO MARCHISMO MARK BROWN MESTRE MOISÉS MUSICA NAMOROj NETO GUERRIERI OSTENTAÇÃO PASCOA PERDÃO PILATOS PREFEITOS PROVAÇÕES RELIGIÃO SALVAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TESTEMUNHO VINDA DE CRISTO WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA ÍMPIOS ÓDIO