quarta-feira, 14 de junho de 2017

As últimas palavras de um gigante do evangelho

As últimas palavras de Paulo realmente mexem com o meu intimo. O gigante do evangelho, o homem que escreveu mais de um terço do novo testamento, o primeiro homem que andou por todo o mundo pregando o evangelho em uma época em que os meios de transportes e de comunicação eram tão lentos, não havia TV, nem rádio, nem jornal, nem aviões. 

Paulo foi um homem inesquecível, é difícil entender que ele teve um fim tão triste. O homem que fez amigos pelo mundo todo estava morrendo sozinho, o homem que abençoou tanta gente, havia sido abandonado pelos irmãos, o homem que nunca esteve sozinho, agora era um velho próximo da morte, numa prisão escura, implorando a Timóteo; “Venha ter comigo depressa”.

Segue abaixo alguns trechos das ultimas palavras de Paulo:

Está próximo o tempo da minha partida. 

Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. Procure vir logo ao meu encontro, pois Demas, amando este mundo, abandonou-me e foi para Tessalônica. Crescente foi para a Galácia, e Tito, para a Dalmácia. Só Lucas está comigo. Traga Marcos com você, porque ele me é útil para o ministério. Quando você vier, traga a capa que deixei na casa de Carpo, em Trôade, e os meus livros, especialmente os pergaminhos. 

Alexandre, o ferreiro, causou-me muitos males. O Senhor lhe dará a retribuição pelo que fez. Na minha primeira defesa, ninguém apareceu para me apoiar; todos me abandonaram. Que isso não lhes seja cobrado. Procure vir antes do inverno. (Trechos extraídos de 2 Timóteo 4 – Separei apenas alguns trechos, depois leia na integra)

Pelo grande pregador do evangelho que Paulo foi, creio que ele merecia muito mais do que isto, mas entendo que a recompensa que Deus tinha reservado para ele era muito maior. Eu posso imaginar Paulo se perguntando se realmente teria valido apena todos os anos dedicados ao evangelho para depois ter este fim, mas talvez ele não fizesse idéia do quanto sua vida seria uma inspiração para tantas pessoas. Mesmo dois mil anos depois, nós estamos aqui, sendo inspirados por ele. Sem dúvida o trabalho do pregador do evangelho ecoa para a eternidade.

Procura vir antes do inverno... (2 Timóteo 4:21)

Quando lemos este versículo às vezes não nos damos conta do que Paulo estava querendo dizer. Eu vou explicar um pouco do quadro histórico para que você possa entender porque Paulo estava dizendo; trate de vir o logo antes que chegue o inverno. Em primeiro lugar, Paulo estava em Roma e Timóteo estava do outro lado do mar mediterrâneo. Para chegar a Roma Timóteo teria que navegar pelo mar grande em alguma embarcação. Porém os grandes barcos não navegavam pelo mar mediterrâneo todo ano. Navegavam apenas no verão e na primavera. Em outono já começavam a deixar de navegar, no inverno, então, ninguém seria louco de navegar pelo mar mediterrâneo, porque se congelava partes das águas, enquanto outras partes se tornavam tormentosas, bravas, frigidas, ninguém seria louco de se aventurar pelo mar mediterrâneo em pleno inverno.

Paulo disse: “Minha morte está próxima, talvez eu não viva até o inverno, e se você demorar, não vai poder me ver até que se chegue o verão e se abra novamente a navegação, derrepente eu já estarei morto, então, por favor, vem, procure ter comigo antes que chegue o inverno.”

Assim é a vida do pregador do evangelho, cheia de paradoxos, Paulo foi esquecido pelos “irmãos” da sua época, mas é lembrado até hoje. Não tinha nada, mas tinha tudo. O pregador do evangelho é incompreendido pela maioria, mas é compreendido por quem ama o evangelho. Temos muitos amigos ao mesmo tempo vivemos na solidão. O pregador do evangelho não tem nada e ao mesmo tempo tem tudo. Nosso salário é ver as pessoas restauradas, abençoadas, salvas. E a nossa maior ambição é que nos últimos dias de nossas vidas possamos tomar para nós as palavras de Paulo: Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. (2 Timóteo 4:7)

Ame o seu pastor, pois ele deixou de viver a própria vida para se doar aos que sofrem. O pregador do evangelho até parece um super herói, você nunca vê ele cansado, parece que ele não tem problemas, todos os dias tem uma palavra de força que te inspira a continuar lutando, mas acredite, o pregador do evangelho é um ser humano comum, ele as vezes chora, as vezes sente solidão, outras vezes sente-se exausto, mas cura a sua dor, subindo no altar e pregando o evangelho do Senhor Jesus Cristo. O pregador do evangelho não para nunca.

Ninguém pode matar quem já morreu. Aliás, o pregador do evangelho morre para o mundo, e assim, é eternizado, bem como Paulo está sendo lembrado hoje, as pessoas sempre vão lembrar do pregador do evangelho, não por construir catedrais, nem por conquistar popularidade, mas simplesmente por ter sido um pregador do evangelho.

Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver. (Hebreus 13:7)

Na fé

Pastor Dario Garcia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +