segunda-feira, 27 de junho de 2011

Vede como ouvis!

Vede como ouvis!

por John Piper
02 de março de 1998
Dez preparações práticas para ouvir a Palavra de Deus na manhã de domingo
1. Ore para que Deus te dê um coração bom e honesto.
O coração que precisamos é uma obra de Deus. É por isso que oramos por ele. Ezequiel 36.26, “E dar-vos-ei um coração novo”. Jeremias 24.7, “E dar-lhes-ei coração para que me conheçam”. Oremos, “ó Senhor, dá-me um coração voltado para ti. Dá-me um coração bom e honesto. Dá-me um coração compassivo e receptivo. Dá-me um coração manso e humilde. Dá-me um coração frutífero.
2. Medite na Palavra de Deus.
Salmo 34.8, “Provai, e vede que o SENHOR é bom”. No sábado à noite, leia algumas porções deliciosas de sua Bíblia, a fim de atiçar a sua fome por Deus. Esse é o aperitivo para a refeição da manhã de domingo.
3. Purifique a sua mente afastando-se do entretenimento mundano.
Tiago 1.21, “Por isso, rejeitando toda a imundícia e superfluidade de malícia, recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas”. Espanta-me quantos cristãos assistem aos mesmos programas de TV banais, vazios, bobos, excitantes, triviais, insinuantes e imodestos que os incrédulos assistem. Isso nos torna pequenos, fracos, mundanos e falsos na adoração. Em vez disso, desligue a televisão no sábado à noite e leia algo verdadeiro, belo, puro, honrável, excelente e digno de louvor (Filipenses 4.8). Seu coração será renovado e capaz de sentir a grandeza de Deus novamente.
4. Confie na verdade que você já tem.
Aquele que ouve a palavra de Deus e fracassa durante a provação não tem raiz (Lucas 8.13). Qual é a raiz que precisamos? A confiança. Jeremias 17.7-8 diz, “Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR. Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro”. Confiar na verdade que você já tem é a melhor forma de se prepara para receber mais.
5. Descanse o suficiente na noite de sábado para estar alerta e esperançoso na manhã de domingo.
1 Coríntios 6.12, “Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma”. Não estou criando uma lei aqui. Estou apenas dizendo que existem certas noites de sábado que arruínam a adoração da manhã de domingo. Não seja escravizado por elas! Sem dormir o suficiente, nossas mentes ficam torpes, nossas emoções rasas, nossa tendência à depressão mais elevada, e nossos pavios mais curtos. Meu conselho: decida a que horas levantará no domingo a fim de ter tempo para comer, vestir-se, orar e meditar na Palavra, preparar a família e chegar à igreja; e então, subtraia 8 horas desse horário e assegure-se de estar na cama 15 minutos antes. Leia a sua Bíblia na cama e adormeça com a Palavra de Deus em sua mente. Exorto particularmente os pais a ensinar aos adolescentes que sábado NÃO é a noite para ficar fora até tarde com os nossos amigos. Se houver uma noite especial até tarde, que seja sexta-feira. É uma coisa terrível ensinar às crianças que a adoração é tão opcional que não importa se você está exaurido quando chegar para adorar a Deus.
6. Refreie-se de criar outra manhã de domingo com lamentos e críticas.
Salmo 106.25, “Antes murmuraram nas suas tendas, e não deram ouvidos à voz do SENHOR”. Resmungos, controvérsias e brigas na manhã de domingo podem arruinar o culto para a família. Quando há algo sobre o que você está irado ou algum conflito que você genuinamente pense que precisa ser comentado, refreie-se. Claro, se você é claramente o problema e precisa se desculpar, faça isso o mais rápido possível (Mateus 5.23-24). Mas se você está furioso por causa de algum erro das crianças ou do cônjuge, refreie-se, isto é, seja tardio para se irar e pronto para ouvir (Tiago 1.19). Em oração, abra-se para que Deus exponha a trave nos seus olhos. Pode ser que todos vocês sejam humilhados e corrigidos, e nenhum conflito seja necessário.
7. Seja manso e ensinável quando chegar.
Tiago 1.21, “Recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas”. Ser manso e ser ensinável não é ser ingênuo. Você tem a sua Bíblia e tem o seu cérebro. Use-os. Mas se chegamos irritados e com suspeita da pregação semana após semana, não ouviremos a Palavra de Deus. Mansidão é uma abertura humilde à verdade de Deus, com o desejo de ser transformado por ela.
8. Aquiete-se ao entrar na igreja e foque a atenção da sua mente e a afeição do seu coração em Deus.
Salmo 43.10, “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus”. Ao entrarmos no santuário, “iniciemos a busca por Deus e deixemos a busca por pessoas”. Achegue-se com uma paixão silenciosa de buscar Deus e o seu poder. Não seremos uma igreja hostil se formos agressivos em nossa busca por Deus durante o prelúdio e agressivos em nossa busca de visitantes durante o poslúdio.
9. Pense seriamente sobre o que é cantado, orado e pregado.
1 Coríntios 14.20, “Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento. Assim, Paulo diz a Timóteo”, “Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade” (2 Timóteo 2.7). Tudo que seja digno de ouvir, é digno de ser falado. Se você presta atenção a como ouve, pense sobre o que você ouve.
10. Deseje a verdade da Palavra de Deus mais do que deseja riquezas ou comidas.
1 Pedro 2.2, “Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo”. Ao assentar-se quietamente, orando e meditando no texto e nos cânticos, lembre-se do que o Salmo 19.10-11 diz sobre a Palavra de Deus: “Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos”.
Pastor John
Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto – junho/2011
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +