sexta-feira, 10 de agosto de 2012

4 características imprescindíveis de 1 líder exemplar.

Visão de negócio, caráter e trabalho em equipe são algumas delas

Quando as tomadas de decisão são feitas em conjunto, os funcionários elevam a própria performance (Foro: reprodução Sales HQ)

Por Cecilia Minner

Para ser um bom chefe não basta ser referência na função que exerce. É preciso ser capaz de motivar uma equipe, trabalhar em conjunto e desenvolver pessoas que possam substituir você.

Deixe a insegurança de lado e atue junto de seus subordinados na tomada de decisões. Confira, abaixo, quatro características imprescindíveis de um líder exemplar. Quem lista as competências é o presidente da Sociedade Brasileira de Coaching, Villela da Matta. 

1 - Saber definir a direção
Muitos executivos estão mais preocupados com o operacional do dia a dia e acabam esquecendo o futuro. “É preciso entender quais são as necessidades no presente, avaliando a realidade da empresa - como quem são os concorrentes - para definir resultados futuros e alcançá-los. Além disso, os executivos devem saber lidar com as mudanças, e enxergá-las como uma oportunidade”, sugere Villela da Matta, presidente da Sociedade Brasileira de Coaching. 

2 - Demonstrar caráter pessoal
É preciso prezar valores pessoais, como justiça, honestidade e lealdade, além de liderar com exemplos. “Demonstre integridade e caráter independentemente da situação em que se encontrar. Jamais corrompa seus valores, pois quando isso acontece o líder perde a credibilidade do seu time. Por exemplo, não pagar um imposto quando a empresa não vai bem, ou mudar os números para apresentar um resultado para os acionistas. Atitudes como essas fazem com que os subordinados percam o respeito pelo gestor, e quando ele cobrar um postura ética os funcionários não irão atender”,explicou Villela.

3 - Conseguir trabalhar em conjunto
Um bom líder precisa ser menos chefe e se unir a sua equipe na hora de tomar decisões. "Ele deve, em conjunto, diagnosticar problemas, desenvolver melhores estratégias, estabelecer planos de ação... Quando as tomadas de decisão são feitas em conjunto, os funcionários elevam a própria performance. O pior chefe é aquele que não consegue sair de férias porque não tem ninguém para substituí-lo, pois ele não desenvolve isso. Muito executivo acha que se a sua equipe for muito boa, a ponto de ele ser substituível, pode acabar sendo mandado embora. Isso é extremamente prejudicial para uma empresa”, alerta Villela. 

4 - Ser capaz de energizar o time de trabalho
É a habilidade de lidar com um time de trabalho, o que demanda compreender as características de cada indivíduo e entender de que forma eles podem contribuir separadamente para gerar resultados. "O gestor tem que ser capaz de estimular o time com metas claras, saber definir um propósito comum aos integrantes e negociar conflitos. É quando, por exemplo, você consegue desafiar um grupo para fazer coisas que eles mesmos julgam impossíveis", recomenda Villela.

Extraído

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +