quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Jesus em quinto lugar no Brasil cristão

Saiu uma pesquisa no site da revista Forbes que mostra que Jesus Cristo está em quinto lugar no ranking dos nomes mais admirados pelos brasileiros. Na frente de Jesus estão Angelina Jolie, Lula, Silvio Santos e Bill Gates.

Acho que a pesquisa simplesmente revela o que já sabíamos. Ela mostra que apesar da grande maioria dos brasileiros declararem que acreditam em Deus, poucos realmente têm a fé correta. Mais de 90% dos brasileiros têm fé, mas em que e em quem? Somente a fé em Jesus Cristo como Senhor e Salvador único pode realmente salvar. A pesquisa mostra um quadro mais realista da situação religiosa brasileira do que as pesquisas que indicam um grande número de pessoas que acreditam em Deus.

Acho também que a pesquisa mostra que grande parte dos que se declaram católicos ou evangélicos não freqüentam as igrejas ou não praticam sua religião. É preciso apenas esclarecer que a proporção de desigrejados e não praticantes é provavelmente muito maior entre os católicos do que entre os evangélicos. Apesar de menor do que se pensa, todavia há crescimento sensível no Brasil dos que professam fé verdadeira na pessoa de Jesus Cristo, conforme o encontramos nas Escrituras.

Outro dado interessante da pesquisa é que a maioria das pessoas entrevistadas dizem não acreditar que alguém precisa ser rico para ser feliz. Todavia, as pessoas que elas mais admiram, de acordo com a lista, são pessoas ricas ou milionárias, além de bem sucedidas.

O que transparece é que quando os brasileiros dizem que o dinheiro não traz felicidade, estão apenas sendo politicamente corretos. Os indícios de que todos desejam ser ricos estão em todo lugar. A própria teologia da prosperidade, que domina grande parte dos que se chamam evangélicos neopentecostais, é uma teologia que promete felicidade mediante o sucesso financeiro. Não somente a sociedade brasileira, como também a igreja evangélica brasileira, está profundamente influenciada pelo materialismo e secularismo que predomina no mundo ocidental hoje. 

O que nos fortalece é saber que Deus nunca deixou de ter uma igreja fiel que o ama e serve acima de todas as coisas.

Jaime Alves disse...

O FILHO DO HOMEM

...Quantos fatos sucederam
milhões e milhões nasceram
como também milhões e milhões já morreram
quantos de várias formas o descreveram…

Mas quantos verdadeiramente o obedeceram?
Há quanto tempo viemos depois dele!

Depois de várias destas descrições, convicções…

Muitas delas tão alienadas voláteis
orquestradas do produto de suas imaginações
Chegando a tê-lo como.

Déspota possessivo e poderoso
e ou inacessível impetuoso.
Porém para muitos,

poético romântico e vistoso
apenas um sábio profeta
triste é para os que o tem
como a historia dileta
convertendo-o em instrumento
para sórdido e ilícito enriquecimento
lançando ao esquecimento
todo amor e toda paz
o alívio de qualquer tormento.

Estas hediondas descrições
tentam ofuscar a razão
todo amor que culminou em perdão,
geram sempre controvérsias
confundindo a tanta gente
tantos fatos divergentes
onde a gente,
em nosso orgulho eminente
estupidamente ignora
a verdade que aflora.

Seu nome é Deus
que se converteu em Jesus
para perdoar nossos pecados
dependurou-se em uma cruz
derramando o seu sangue lentamente
sangue de um homem inocente
para salvar todos tipos de gente
que a ele se converte.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +