sábado, 27 de outubro de 2012

Igreja Presbiteriana do Brasil não que casamento gay


Igreja Presbiteriana do Brasil não que casamento gay e condena a atitude de reverendo que defendeu “nova família”.

Em nota divulgada nesta semana, o presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, Reverendo Roberto Brasileiro, criticou o colega, Rev. Marcos Amaral, Presidente do Sínodo da Guanabara, Rio de Janeiro, que esteve no programa de televisão da Rede Globo “Amor & Sexo” e se mostrou favorável ao casamento gay.

“Apesar dos nossos dogmas, a igreja não pode se fechar. Uma coisa é a nossa visão confessional e outra coisa é a nossa visão existencial. Não podemos demonizar pessoas”, disse na época.

Na nota é ratificada que a opinião de Amaral não representa a denominação Presbiteriana. “Esta, por documentos oficiais, tem deixado bem claro que não aprova e nem aceita, por ser pecado, qualquer prática contrária à formação da família que não esteja em conformidade com a Palavra de Deus. A fala do referido pastor é pessoal, e cabe ao seu Presbitério tratar da questão em conformidade com a Constituição da Igreja Presbiteriana do Brasil”.

A Igreja Presbiteriana do Brasil disse que, através de seu Supremo Concílio, tem tomado posições coerentes e firmes, fundamentadas na Bíblia Sagrada, nesta e em outras.

Fonte: creio.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +