quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Os Pastores Mário Sales e Jeisivam Dias Mortos na BR 324 Não Aparecem Em Escutas Feitas Pela Polícia

Além de não aparecer a voz das vítimas, gravações mostram que nem o nome deles foi citado. Um novo elemento traz ainda mais evidências ao suposto equívoco cometido pela polícia ao atingir com tiros dois pastores evangélicos, envolvidos em um tiroteio durante uma campana montada por agentes para prender integrantes de uma quadrilha de roubo de carros em Salvador e Feira de Santana.

Morte dos pastores está sendo
investigada pela Câmara de Deputados.
As novas evidências estão na escuta, feita pela polícia com autorização da Justiça. Nas gravações, os nomes de Gilmário Sales Lima, quanto de Jeisivam Dias, não aparecem sendo citados por nenhum dos envolvidos, tampouco a voz das duas vítimas é ouvida pelos investigadores.

Vítimas teriam sido confundidas com
marginais, em uma suposta troca de tiros.
A morte dos dois, que teriam tentado furar o bloqueio da polícia, comoveu a comunidade evangélica. Muitos amigos e colegas de igreja estiveram no velório. A mãe do pastor gravou um depoimento emocionado, após a perda do filho. O caso segue sendo investigado pela corregedoria da Polícia Civil.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +