sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Por que a igreja precisa de uma nova reforma

A Reforma Protestante do Século XVI foi o maior movimento na igreja cristã depois do Pentecostes. Não foi uma inovação, mas uma volta ao cristianismo puro e simples, uma retomada da doutrina apostólica, um retorno às Escrituras. A igreja cristã havia se desviado da verdade, e introduzido doutrinas e práticas estranhas às Escrituras. O culto às imagens, a mediação dos santos, a veneração a Maria, a salvação pelas obras, o confessionário, o purgatório, as reliquias, as indulgências e a infalibilidade papal foram desvios gritantes que encontraram guarida na igreja. Urgia uma Reforma, e Deus preparou o momento e as pessoas certas para essa volta às Escrituras. No dia 31 de Outubro de 1517, o monge agostiniano Martinho Lutero, fixava nas portas da igreja de Wittenberg suas noventa e cinco teses contras as indulgências, deflagrando, assim, esse decisivo movimento.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Os Cinco Solas da Reforma

Sola Scriptura, Sola Christus, Sola Gratia, Sola Fide, Soli Deo Gloria

SOLA SCRIPTURA: A Erosão da Autoridade

Só a Escritura é a regra inerrante da vida da igreja, mas a igreja evangélica atual fez separação entre a Escritura e sua função oficial. Na prática, a igreja é guiada, por vezes demais, pela cultura. Técnicas terapêuticas, estratégias de marketing, e o ritmo do mundo de entretenimento muitas vezes tem mais voz naquilo que a igreja quer, em como funciona, e no que oferece, do que a Palavra de Deus. Os pastores negligenciam a supervisão do culto, que lhes compete, inclusive o conteúdo doutrinário da música. À medida que a autoridade bíblica foi abandonada na prática, que suas verdades se enfraqueceram na consciência cristã, e que suas doutrinas perderam sua proeminência, a igreja foi cada vez mais esvaziada de sua integridade, autoridade moral e discernimento.

Não Se Esqueça!

Trata-se de grande sabedoria aprender a lidar com os obstáculos de hoje, recordando as bençãos de ontem. Portanto, use a vitória de ontem, para ser bem sucedido hoje. Experiências passadas devem servir para nos inspirar quanto ao futuro, e para evitar que repitamos os erros anteriores. Aprenda com suas memórias! Lembre-se da intervenção sobrenatural de Deus de outrora para vencer os problemas recentes.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Lição 07. A Família que Sobreviveu ao Dilúvio

A SALVAÇÃO DE UMA FAMÍLIA - INTRODUÇÃO - O Dilúvio não foi apenas o maior desastre natural do planeta. Em termos teológicos, a grande inundação manifestou, paradoxalmente, a longanimidade e o amor de Deus. Apesar da corrupção irrefreável da raça humana, o Senhor ainda concedeu um 1 ongo tempo para que todos, arrependendo-se de seus pecados e maldades, viessem a escapar ao juízo que se avizinhava Infelizmente, até mesmo a linhagem de Sete, apesar de um passado de fé, piedade e de boas obras, acabou por rejeitar-lhe a graça salvadora

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Carta a Um Jovem Evangélico que Faz Sexo com a Namorada

[Os nomes foram trocados para proteger as pessoas. Embora algumas circunstâncias mencionadas na carta sejam totalmente fictícias, o caso é mais real do que se pensa...]

Meu caro Ricardo,

Ontem estive pregando em sua igreja e tive a oportunidade de rever João, nosso amigo comum. Não lhe encontrei. João me disse que você e a Raquel, sua namorada, tinham saído com a turma da mocidade para um acampamento no fim de semana e que só regressariam nessa segunda bem cedo.

Samuel apareceu a Saul? A pitonisa era "médium"?

Duas perguntas se destacam no controvertido episódio da Pitonisa de En-Dor, descrito em 1 Sm 8.19-20): 1. Samuel realmente apareceu a Saul? 2. Existe uma explicação bíblica para a mediunidade?

Os seguintes pontos são básicos para um entendimento sobre o assunto:

1. At 16.16 e Dt 13 são passagens que mostram que a Bíblia reconhece que Satanás utiliza pessoas com esse propósito de "intermediar" o oculto.

Natural ou intencionalmente?

Tenho estado alerta com a expressão: “Isto vai acontecer naturalmente” ... Principalmente quando se trata de decisões e atitudes que precisam ser assumidas deliberadamente e não podem ser postergadas. Minha resposta a esta afirmação, quase sempre, tem sido: “Não vai acontecer... é preciso intencionalidade se desejamos que projetos se tornem exequíveis e efetivados”. Sem vontade e disponibilidade em caminhar na direção de metas e objetivos, nada acontece. “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” (Vandré).

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Lição 06. O Impiedoso Mundo de Lamaque

INTRODUÇÃO - Como você classificaria um homem que, após haver matado duas pessoas, compõe um poema? Num versetD atrevido e insolente, ele garganteia a façanha às suas esposas: “Ada e Zilá, ouvi-me; vós, mulheres de Lameque, escutai o que passo a dizer-vos: Matei um homem porque ele me feriu; e um rapaz porque me pisou. Sete vezes se tomará vingança de Caim, de Lameque, porém, setenta vezes sete” (Gn 4.23,24). Sim, como você classificaria tal homem? No mundo que precedeu o Dilúvio, ele foi aclamado como herói. Embora soubesse que o Criador não lhe deixaria impune o duplo homicídio, Lameque continuou a viver como se não houvesse Deus. Sua atitude replicar-se-ia até mesmo entre os filhos de Sete. A partir daquele poema, a humanidade inicia um processo de depravação total e irreversível.

Lição 05. Caim Era do Maligno

INTRODUÇÃO - Se o orgulho é o primeiro dos pecados, a inveja talvez seja o segundo. Logo atrás de si, vem o medo que, não controlado, acaba por gerar o ódio e outros pecados ainda mais deletérios. Antes o invejoso. Agora, o assassino dissimulado e frio. Mais além, o réu confesso. Na terra, clama o sangue do irmão.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Lição 04 - A Queda da Raça Humana

INTRODUÇÃO - O filme 2001 - Uma Odisséia no Espaço é uma lastimável charge da queda do homem Trabalhando o roceiro de Arthur C. Clark, o diretor Stanley Kubrick dá início à sua perambulação, focalizando uma sociedade ainda distante do homo sapiens. Mais símios que humanos, suas caricaturas lutam por sobreviver ao ambiente Faltando-lhes víveres, sobram-lhes instintos. Por uma fonte d’água, matam e morrem.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Lição 03 - E Deus os Criou Homem e Mulher

INTRODUÇÃO - Por rejeitar a Bíblia Sagrada, a academia secular tropeça constantemente nesta pergunta; “Quem é o homem?”. Insatisfeita em sua antropologia, racionaliza a questão, e retruca; “O que é o homem?”. E, assim, sistemática e metodicamente, coisifica o ser humano, descartando a única resposta plausível; “O homem é um ser criado por Deus e para Deus”.

Lição 02 - A Criação dos Céus e da Terra

Durante a redação deste capítulo, recorri diversas vezes aos dois primeiros capítulos de Gênesis. E, a cada leitura, perguntava-me: “Por que essa passagem é tão combatida?” O referido texto, além de belo e piedoso, é mais lógico que o Big Bang e mais verossímil que Darwin Não obstante, até mesmo alguns seminários evangélicos, influenciados por uma incredulidade crônica, já não aceitam como verdade histórica os 11 primeiros capítulos da Bíblia. Seus professores, arrogantemente, ensinam que a narrativa da Criação e a História Primeva só podem ser recebidas alegoricamente.

Lição 01 - Gênesis, O Livro da Criação Divina.

GÊNESIS, O LIVRO DAS ORIGENS - Prefacio - Neste momento, acham-se em circulação, pelas livrarias de todo o mundo, 130 milhões de títulos. Só no Brasil, são publicados todos os anos em torno de quatro milhões de obras entre lançamentos e reedições. Diante desses números, colhidos junto à indústria editorial, surgem algumas perguntas inevitáveis. A primeira delas tem a ver com os nossos limites biológicos. Quantos livros poderá alguém ler durante 70 ou 80 anos de vida? Segundo o escritor argentino, Jorge Luís Borges (1899-1986), não mais de dois mil títulos. Levemos em conta que um bom leitor seja capaz de ler quarenta livros anualmente Se ele começou a ler aos 10 anos de idade, e tem uma expectativa de vida intelectualmente produtiva de 70, este será o seu placar: 2.400 obras catalogadas e lidas. Caso estas sejam bem selecionadas, tendo sempre a Bíblia Sagrada em primazia, o resultado será excelente Doutra forma, haverá um irreparável desperdício de tempo, dinheiro e esforço intelectual. Conforme explica o professor Gunar Berg de Andrade, há dois tipos de leitor: o de muito empenho e o de alto desempenho. O primeiro lê tudo o que lhe vem às mãos, sem nenhum critério. Já o segundo é seletivo, cuidadoso e exigente; limita-se às melhores entre as melhores produções. Para mais informações, assista ao vídeo https://www.youtube.com/wateh?v=Mpc4 85YW_J0. 

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Desejo ou necessidade?

Técnicas de venda e marketing ensinam que antes de apresentar um determinado produto ao cliente, é necessário despertar nele o desejo de possuí-lo, já que pessoas consomem baseadas em três princípios: inveja, desejo ou necessidade.

Questão de matemática

Não sou economista e sei que existem variáveis complexas quando se trata de orçamento num organograma tão complexo quanto o de um governo federal, mas sei de uma coisa básica, que aprendi ao lidar com orçamento doméstico, e isto se aplica tanto a um presidente de corporação, quanto a um simples funcionário: As despesas não podem ser maiores que as receitas, caso contrário, a economia entra em colapso e a vida se torna inviável. Não interessa apenas quanto você ganha, mas também quanto você gasta. Quando as despesas se tornam maiores que a receita, surge um descompasso e a contabilidade não fecha. Nesta hora são necessários ajustes urgentes.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Hoje é o Dia de Boas Novas

O Senhor, Senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome! Pois expuseste nos céus a tua majestade. Sal. 8:1

O verso de hoje apresenta a profecia de um futuro, quando o nome do Senhor será “magnífico em toda a terra”.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +