Massacre em Suzano: até onde jogos violentos podem influenciar a mente humana?

Semelhança entre assassino de Suzano  (direita) e personagem do jogo Free Fire  (esquerda) é notável. (Foto: Guiame) Autoridades ...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

MUAMMAR KADHAFI... MORREU SEM DEIXAR SAUDADE...

"E se foi sem deixar de si saudades"... (2 Crônicas 21.20)

Introdução:

Temos acompanhado por intermédio da mídia o fim de mais um ditador. Um homem que se revestiu de realeza, confeccionou um trono de ouro para si, costumava referir-se a si mesmo como o “Rei dos Reis”, governou a Líbia por cerca de 40 anos. Tornou-se riquíssimo às custas da miséria de seu povo. Alguns o definiam como desequilibrado, outros como excêntrico. Foi morto esta semana pelas mãos de seu próprio povo em meio a muito ódio e revolta na Líbia.

As Televisões do mundo todo mostraram as constrangedoras imagens do corpo de Kadhafi sendo arrastado pelas ruas sem nenhuma dignidade e respeito. Talvez a expressão que possa caracterizar este momento histórico pelo qual presenciamos é a descrição deste texto: “Foi sem deixar de si saudades”.


Informação do Texto:
No nosso texto de hoje, temos brevemente registrado a história da vida de Jeorão. Ele não foi um grande rei em Judá. Era filho de Josafá. Seu pai (Josafá) empreendeu um governo justo e temente a Deus. Mas Jeorão não. Seguiu pelo pecado e seu reinado até passaria despercebido se não fosse a expressão sobre sua morte ao final do texto: “Foi sem deixar saudades de si”.
Que tristeza, irmãos! Como pode uma pessoa deixar este legado tormento e desprezível ? Como pode uma pessoa viver e não deixar de si saudade ?

I – O QUE É SAUDADE ?
A saudade é um sentimento e uma palavra muito característica da língua portuguesa, seja em Portugal, no Brasil, ou mesmo nos países de língua portuguesa do continente Africano: Angola, Moçambique, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, a Guiné Bissau.

Saudade é uma das palavras mais presentes em nossas poesias de amor e também na música popular, "saudade", só conhecida em galego e português, descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor. A palavra vem do latim "solitas, solitatis" (solidão), na forma arcaica de "soedade, soidade e suidade" e sob influência de "saúde" e "saudar". Uma visão mais especifista aponta que o termo saudade advém de solitude e saudar, onde quem sofre é o que fica à esperar o retorno de quem partiu, e não o indivíduo que se foi, o qual nutriria nostalgia. A gênese do vocábulo está directamente ligada à tradição marítima lusitana. Segundo o site Wikipédia, No Brasil, o dia da saudade é comemorado oficialmente em 30 de janeiro.

No dicionário, saudade é um sentimento mais ou menos melancólico de incompletude, ligado pela memória a situações de privação da presença de alguém ou de algo, de afastamento de um lugar ou de uma coisa, ou à ausência de certas experiências e determinados prazeres já vividos e considerados pela pessoa em causa como um bem desejável. O Rev. Orlando Sathler dizia: “O maior legado que alguém pode deixar neste mundo é a saudade”. 

Alguns definem saudade em termos poéticos:

“Saudade, é levar dentro do coração 
a presença de um ausente querido...
É sentir a emoção 
de um alguém perdido...
É ter a sensação
daquele abraço sentido...


Saudade, é simplesmente,
sentir como permanente,
aquele alguém ausente,
cuja presença se pressente;
É aquele passado,
sempre lembrado, 
que queremos de presente
no momento presente...


Esperamos que se apresente,
voltando em caráter permanente...


É um doce sentimento,
lembrado sem lamento,
de um momento de felicidade,
a ser lembrado apenas... com saudade... 

Pablo Neruda também poetizou a saudade:
“Saudade é solidão acompanhada, 
é quando o amor ainda não foi embora, 
mas o amado já... 


Saudade é amar um passado que ainda não passou, 
é recusar um presente que nos machuca, 
é não ver o futuro que nos convida...


Saudade é sentir que existe o que não existe mais... 
Saudade é o inferno dos que perderam, 
é a dor dos que ficaram para trás, 
é o gosto de morte na boca dos que continuam... 


Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade: 
aquela que nunca amou. 
E esse é o maior dos sofrimentos: 
não ter por quem sentir saudades, 
passar pela vida e não viver”.


Raul Seixas em meio a tanto transtorno conseguia ainda dizer:
“A saudade é um parafuso
que quando a rosca cai
só entra se for torcendo
porque batendo não vai.
Mas quando enferruja dentro
nem distorcendo não sai.”

(segue no culto deste domingo às 9 hs)

Pr Carlos Orlandi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

REFLEXÕES NOTÍCIAS LIÇÕES BÍBLICAS VIDEOS ESCOLA DOMINICAL DEVOCIONAIS COMENTÁRIOS ESTUDOS SAMUEL VIEIRA VIDA CRISTÃ EVENTOS SERMÕES PASTORAIS SILAS MALAFAIA JOSÉ GONÇALVES 2º TRIMESTRE 2012 HERNANDES DIAS LOPES POLITICA ILUSTRAÇÕES ELINALDO RENOVATO FAMÍLIA SILAS DANIEL 4º TRIMESTRE 2012 ALEXANDRE COELHO ELIENAI CABRAL 1º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 EPÍSTOLA DE TIAGO EVANGELHOS 3º TRIMESTRE 2013 DILMA ROUSSEFF MENSAGENS APOLOGÉTICA APOSTOLO CASAMENTO EPÍSTOLAS 2º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2013 FOTOS 3º TRIMESTRE 2012 FILIPENSES PROFETAS 1º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2014 ADULTOS DANIEL DOUTOR OS DEZ MANDAMENTOS DONS ESPIRITUAIS LUCAS MANDAMENTOS ROMANOS 2º TRIMESTRE 2015 CPAD ESEQUIAS SOARES HOMOSSEXUALIDADE 1º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 AGENDA MARIO SALES ÊXODO ELIEZER DE LIRA E SILVA RENATO BROMOCHENKEL ANTÔNIO GILBERTO 4º TRIMESTRE 2015 CRIME JOVENS MARCOS POLICIA REFORMA SÉRIES CLAUDIONOR DE ANDRADE FÁBULAS VIOLÊNCIA AUGUSTUS NICODEMUS LOPES ECLESIASTES GENESIS SALMOS ADULTÉRIO AÉCIO NEVES CIRO SANCHES ZIBORDI MARINA SILVA NATAL 1º TRIMESTRE 2012 FORNICAÇÃO FÉ E OBRAS HERESIAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MARCO FELICIANO PROVÉRBIOS REINALDO AZEVEDO ANO NOVO BRASIL DINHEIRO INVESTIGAÇÃO MYLES MUNROE NAMORO PRESBÍTERO PROSPERIDADE SANTIFICAÇÃO SERMÃO DO MONTE 4º TRIMESTRE 2011 COPA DO MUNDO ESCATOLOGIA GEREMIAS DO COUTO GLOBO MULHER NELSON NED NOVELAS PETROBRAS PETROLÃO PORNOGRAFIA SEXO DEPUTADOS DIÁCONO EDUCAÇÃO ENTREVISTA FESTA FILHOS LAVA JATO LIBERALISMO LIDERANÇA MAGNO MALTA. MARIA MARTA MARTINHO LUTERO OBREIROS ORAÇÃO PARÁBOLA PRESIDENTE SABEDORIA 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 ADORAÇÃO ATIVISMO ATOR C. H. BROWN CORRUPÇÃO CUBA DENZEL WASHINGTON DIVÓRCIO ELIAS FILMES GRATIDÃO ISRAEL JEAN WYLLYS MARCHA PARA JESUS NORBERT LIERTH OPERAÇÃO PREGADORES PROTESTO REYNALDO ODILO SACERDOTES SAMUEL F.M. COSTA SEXUALIDADE TEOLOGIA TRABALHO 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL AGIOTAGEM ALEGRIA AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ARROGÂNCIA BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO CAIM CALVÁRIO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CORDEIRO CRIANÇAS CRISTO CRITICAS CÓDIGO DA VINCI DESIGREJADOS ELIEZER RODRIGUES ENVELHECER EUNÁPOLIS EXPOSITIVO F FARSA FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO GOMORRA HERRY POTTER HOMILÉTICA HUMILDADE INIMIGOS INIMIZADE JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JUSTOS LARRY WILSON LEIS LÍNGUA MAR VERMELHO MARCHISMO MARK BROWN MESTRE MOISÉS MUSICA NAMOROj NETO GUERRIERI OSTENTAÇÃO PASCOA PERDÃO PILATOS PREFEITOS PROVAÇÕES RELIGIÃO SALVAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TESTEMUNHO VINDA DE CRISTO WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA ÍMPIOS ÓDIO