sábado, 26 de novembro de 2011

Meu contato com a Som Livre e projetos da Globo no fim do ano

Asaph Borba

Em setembro do ano passado fui procurado por uma funcionária da Gravadora Som Livre a cerca de uma produção em parceria com a Life, minha gravadora. Fiquei orando por três meses, quando então fui visitado por dois irmãos do Ministério de Louvor Diante do Trono, falando novamente sobre o assunto. Confesso que a princípio, não me interessei , mas com o aval de outros irmãos, passei a considerar a possibilidade. Encontrei Ana Paula Valadão em Nova York, e ao falar sobre o assunto tive outra visão do projeto, pois a parceria teria um foco maior na divulgação e distribuição, e nós ficaríamos com toda a responsabilidade da produção, cânticos e participações, e segundo Ana, a gravadora não interfere na parte ministerial.
No decorrer do processo, vi a Som Livre, absolutamente ética, honesta, honrando com todos os compromissos assumidos. No dia da gravação estavam lá os diretores sendo impactados com a palavra de Deus, assim como estavam também na gravação anterior da qual participei com Ludmila Ferber e na seguinte do DT, para o qualfui também convidado. Fora isto, a gravadora assumiu a distribuição de outros produtos da Life. Quando chegou entretanto a hora de fazer a documentação de músicas e produtos é que vi a diferença e o valor de uma empresa organizada e legal. A seriedade com assuntos como registro e direitos autorais, me impressionaram. Em meus trinta e cinco anos navegando nas águas ministeriais, de gravação e produção, discos, etc., eu mesmo estava em falta e equivocado sobre muitos destes assuntos. Infelizmente, algumas vezes recebi telefonemas falando das muitas irregularidades em que minhas músicas estavam envolvidas por conta de minha próprias falhas, e também de alguns irmãos, que mais por ignorância que por má fé, fizeram com que meu catálogo de músicas se tornasse uma bagunça. Graças a Deus conseguimos organizar, e estou aprendendo muito, principalmente sobre excelência conjugados à honestidade. Desta forma nasceu meu disco Rastros de Amor, o de número 70 que produzo, distribuído pela Som Livre, Cd, DVD e Blue Ray, a partir de dezembro estará sendo visto em comerciais da Rede Globo, com visibilidade nacional. 

Junto com isto, dia 29 de novembro, estará sendo realizado no Rio de Janeiro e divulgado em mídia nacional, o Troféu Promessas. Uma iniciativa de diversas gravadoras, entre elas a Som Livre. O evento além de ter a finalidade de reconhecer através do voto, feito por irmãos e irmãs de todo o Brasil, àqueles que participaram da cena da música Cristã nacional estará homenageando a minha pessoa pelos 35 anos de ministério. Muita gente tem me perguntando o que estou fazendo ali. Primeiramente quero dizer que minha participação não foi por votação e sim por convite. Os organizadores querem expressar sua gratidão a Deus, reconhecendo o serviço que presto a Deus e à Igreja por tanto tempo. Depois de orar e me aconselhar com meus líderes decidi aceitar.

A Palavra de Deus nos ensina a honrar uns aos outros. Quando recebi o convite, senti que este foi feito, com muito amor e honra, e entendi assim que minha presença no evento vai ser bênção, principalmente por este ser a primeira iniciativa desse pool de gravadores e de uma grande rede de televisão, para com a música cristã. O formato, e processo de seleção apesar de controverso, e estar sendo criticado por muitos segmentos evangélicos, creio que será, no balanço de todas os aspectos, positivo.

Na seqüência, já no dia 10 de dezembro ocorrerá a Festival Promessas, onde nomes como Fernandinho, Fernanda Brum, Ana Paula Valadão além de outros cantores e músicos estarão por algumas horas celebrando e proclamando o nome do Senhor em uma das praias cariocas. O evento irá ao ar dia 18 do mesmo mês. Fui convidado mas estarei na Turquia.

Quero aqui, expor alguns pontos sobre estes eventos.

1 – Os programas estarão levando a música de Cristã para todo o território nacional através da maior rede de TV Brasileira, a Rede Globo, com uma audiência de cerca de 100 milhões de pessoas. Irá ao ar dia 18 de dezembro, uma data nobre, quando todos estão abertos para as festividades de final de ano.

Para a cantora mineira Ana Paula Valadão, líder do Ministério de Louvor Diante do Trono, que está participando do projeto, a abertura da Rede Globo é uma grande porta, que a própria mão de Deus abriu. “Entrar na programação da maior mídia brasileira, sem nenhum custo de nossa parte, e podermos anunciar o evangelho sem negociar em nada nossa essência, é um milagre. Eles estão reconhecendo a força e o crescimento do público evangélico na nação, e com certeza seu interesse é alcançar esta audiência. E nós também queremos isso! Queremos que o maior número possível de pessoas seja alcançado com a nossa mensagem. Através da Globo alcançaremos os evangélicos, mas também, e principalmente, os não crentes que talvez jamais entrariam em uma Igreja”, afirma.

2 – Tanto no Festiva, quanto no Troféu Promessas, no caso deste, apesar de existir uma votação, que deu oportunidade a todos, não existe uma competição. Ana Paula ainda realça as palavras de Cristo que disse que apesar de não sermos deste mundo, nós estamos no mundo, isto é, vivemos aqui. Temos que ter a sabedoria de aproveitar uma porta aberta para a proclamação da palavra. Segundo a cantora, o projeto como um todo cumprirá sua função, se todos ali estiverem no mesmo espírito. “Não somos artistas promovendo nossa carreira pessoal, mas somos servos do mesmo Senhor e o propósito é levar Seu nome e estender Seu Reino. A fama de Jesus é o que queremos promover” , conclui.

3 – Segundo os organizadores, um dos objetivos dos eventos é também não esquecer das raízes e dos pequenos começos da música cristã na nossa história. O troféu visa também, trazer à memória aqueles que como eu, Asaph, Adhemar de Campos, Bené Gomes, Nelson Bomilcar, Alda Célia, entre muitos outros, que são considerados pais e mães dos adoradores nacionais, compositores de músicas importantes na vida da Igreja brasileira. Segundo eles, a cada ano o Troféu Promessas vai honrar pessoas assim, que marcaram a nossa história e que continuam sendo referenciais para as novas gerações de adoradores.

Particularmente sobre este ponto quero dizer que em um mundo evangélico onde se vê tanta competição, inveja, acusações, gente falando mal uns dos outros, além de muitos escândalos, é bom mostrar para todos, que existe entre nós um pouquinho de amor e honra, pelo menos entre os músicos e adoradores, o que por certo dá credibilidade ao que cantamos e pregamos.

4 – É uma oportunidade da Igreja brasileira estar unida em um projeto que atingirá toda a nação. Muitas vezes orei em cultos de final de ano, para que Deus abrisse portas para que o povo de Deus tivesse um espaço para proclamar a glória de Deus através dos meios de comunicação. Peço que os irmãos antes de criticarem, lembrem que este espaço no formato em que está é uma oportunidade nunca antes tida na Rede Globo, ou em qualquer outra grande rede, que por certo abrirá outras portas.

Entendo também que todo canal de televisão é uma Concessão Federal, isto é, pertence ao povo brasileiro. Pensando assim, é meu direito ter um espaço, junto com meus irmãos, para cantar a minha fé, e proclamar a glória do meu Deus. Que seja apenas por um segundo, sei que vai valer a pena. Estarei ali apoiando a iniciativa, mostrando a unidade da Igreja e como falou a Ana Paula, homenageando o Senhor Jesus.

Minha oração e de todos quantos estão participando do evento, tem sido para que usemos sabiamente esta grande oportunidade, sendo boas testemunhas de Cristo no contato com os produtores, e que o amor do Senhor invada os lares através da telinha.

Os mortos não louvam ao Senhor, tampouco os que descem ao silêncio, mas nós bendiremos o Senhor, desde agora e para sempre! Aleluia ! Salmo 115: 17 e 18.

Eu te louvarei Senhor de todo meu coração, na presença dos deuses cantarei louvores a ti. Salmo 138:1

A gente vai LOUVAR na Globo!!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA PAGINA

VOCÊ ESPECIAL

GOOGLE +