Quando a religiosidade toma o lugar da obediência a Deus

Ao longo da história, em vários lugares, em diversas ocasiões, o povo de Deus substituiu a obediência pelos rituais religiosos. Foram zel...

Lição 11 – O Evangelho do Reino no Império do Mal - 3

APOCALIPSE 14:1-20
TEMA: A GLORIFICAÇÃO DOS SALVOS E A CONDENAÇÃO DOS ÍMPIOS
INTRODUÇÃO
1. O Capítulo 14 encerra a quarta seção paralela do livro de Apocalipse. Já vimos sobre os sete candeeiros, os sete selos, as sete trombetas e agora estamos vendo sobre o quarteto do mal que se levanta contra Cristo e sua igreja.
2. Cada seção cobre todo o período que vai da primeira à segunda vinda de Cristo. Assim, vemos repetidamente a cena da segunda vinda de Cristo e do juízo final.
3. Neste capítulo, veremos mais uma vez a cena dos remidos na glória e a condenação dos ímpios no juízo final.
4. Há aqui várias cenas que descobrem o tempo do fim:

I. A IGREJA ESTÁ COM CRISTO NO CÉU - V. 1-5
1. A igreja selada está de pé com o Cordeiro no Monte Sião - v. 1
• Os 144.000 são o mesmo grupo que foi selado em (7:9-17). Eles representam a totalidade dos redimidos. Eles são os remidos, e sabem a canção dos remidos. Eles fazem o contraste com os adoradores da besta que foram marcados para a condenação. Os remidos recebem também uma marca, o nome de Deus e do Cordeiro. Aquela marca de (7:3) continua válida. Agora, eles recebem a marca do Pai e do Filho.
• Embora esses 144.000 são os mesmos do capítulo 7, há mais detalhes sobre eles aqui: 1) João não está apenas ouvindo os selados, mas também pode vê-los; 2) Agora é uma definição de lugar "Monte Sião"; 3) Agora, revela-se a marca deixada pelo selo. As duas igrejas agora estão nitidamente contrapostas; 4) Agora os selados estão ligados não apenas a Deus, mas também ao Cordeiro.
• O Monte Sião aqui não é na terra, mas no céu. Trata-se da Cidade Santa, a Nova Jerusalém, a Sião Celeste (Hb 12:22).
• Os 144.000 foram remidos da terra (v. 3), foram selados por Deus (v. 1), para glorificarem a Deus no céu (v. 2-3).
2. A igreja está cantando no céu enquanto os adoradores da besta blasfemam -v. 2-3
• A besta e os seus adoradores blasfemam contra Deus (13:6 e 16:10-11), mas os remidos do Senhor estão no céu cantando um novo cântico.
• Aqui na terra, os crentes sofrem e choram. Mas Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima e então a alegria da igreja será completa e ela cantará um novo cântico que ninguém poderá aprender, senão os remidos.
3. A igreja é o povo redimido por Deus, totalmente separado do mundo - v. 4-5
a) Os remidos não se prostituíram com a grande meretriz
(v. 4) - A expressão não se contaminaram com mulheres e castos não se trata de celibato. A Bíblia não considera o sexo no casamento uma contaminação; ao contrário, ela exalta o casamento como imagem da mais elevada dignidade (Ap 19-22). Antes, é uma expressão que denota pureza espiritual. João fala diversas vezes da idolatria da besta como porneia (Ap 14:8; 17:2; 18:3,9; 19:2). A igreja é uma virgem pura apresentada ao seu noivo, Cristo (2 Co 11:2). Assim, os 144.000 são virgens e castos no sentido de terem se recusado a se manchar, participando da prostituição que é adorar a besta, mantendo-se puros em relação a Deus.
b) Os remidos são os seguidores do Cordeiro (v. 4) - Eles não seguiram a besta como todos os demais (13:8), mas seguiram o Cordeiro (v. 14:4). Seguiram o Cordeiro, ainda que para a morte (12:7). Os remidos são discípulos de Cristo. Eles ouvem a voz do Pastor e o seguem (Jo 10:3-4). Eles negaram-se a si mesmos, tomaram a Cristo e seguiram ao Senhor.
c) Os remidos são os eleitos de Deus (v. 4) - Eles seguem o Cordeiro, porque não pertencem a si mesmos. Eles foram redimidos pelo sangue do Cordeiro (Ap 5:9). Eles foram escolhidos dentre os homens. Fomos escolhidos pela graça.
d) Os remidos são primícias para Deus (v. 4) - Primícias aqui não são um grupo seleto da igreja, mas toda a igreja: Toda a igreja é a igreja dos primogênitos (Hb 12:23).
e) Os remidos são puros de lábios e de vida (v. 5) - Enquanto os ímpios blasfemam e se contaminaram com a meretriz, e seguiram uma mentira, a besta e seus falsos milagres, os redimidos não têm mentira na sua boca nem mácula em sua vida.
II. O JUÍZO É ANUNCIADO AOS MORADORES DA TERRA - V. 6-7
1. Os moradores da terra são exortados a temerem a Deus e darem glória a ele -v. 6-7
• O capítulo 13 encerra com uma nota triste. A pergunta que ecoa em todo mundo é: "Quem é como a besta, quem pode pelejar contra ela?" (13:4). Somos informados que a besta tinha autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação (13:7). Mas, agora, o anjo proclama as boas novas de alguém mais forte, o Todo poderoso Deus. Ele sim, deve ser temido. A ele sim, deve ser dada toda a glória.
• Enquanto durar o tempo os homens têm a oportunidade de se arrependerem e de se voltarem para Deus.
• Somente Deus é digno de ser adorado (14:7), porque ele é o Deus criador. Ele é a origem de todas as coisas.
2. Os moradores da terra são alertados sobre a chegada do juízo — v. 7
• Antes do juízo, Deus alerta, avisa, e conclama ao arrependimento. As trombetas do juízo sempre visaram levar o homem ao arrependimento (9:20-21; 16:8).
• Os ímpios vivem como se o juízo jamais fosse chegar (2 Pe 3:4). Eles vivem desapercebidamente (Mt 24:37-39).
• Mas agora, o juízo é chegado: é a hora da queda da Babilônia (v. 8), da ira de Deus (v. 10), do lago do fogo (v. 11), a hora da foice, da lagaragem (v. 16,19,20), portanto nenhuma hora de misericórdia.
III. A QUEDA DA BABILÔNIA E PROCLAMADA - V. 8
1. A grande Babilônia é a grande Meretriz
• A verdadeira igreja está no céu e a falsa igreja está arruinada. Ela é grande, mas está perdida. Ela seduziu, enganou, mas agora está caída.
• A grande Babilônia é o sistema mundano, a religião prostituída que vai estar a serviço da besta e de Satanás no mundo.
2. A grande Babilônia age na terra com sedução e perseguição
• A grande babilônia é uma meretriz que seduz e engana (17:5; 18:3), mas também ela é uma mulher embriagada com o sangue dos santos (17:6; 18:24).
• Sua sedução é universal (14:8).
3. A ruína da grande Babilônia é completa e definitiva
• A ruína da grande Babilônia é completa. Ela caiu, ela está derrotada. A igreja que foi perseguida e martirizada é vencedora, mas a igreja que perseguiu e matou os santos de Deus é agora destruída.
IV. A CONDENAÇÃO DOS ADORADORES DA BESTA - V. 9-12
1. - Os adoradores da besta beberão o cálice da ira de Deus sem mistura - v. 9-10
• Até então, a ira de Deus veio misturada com misericórdia, mas quando o juízo chegar os ímpios terão que beber o cálice da ira de Deus sem mistura, ou seja, sem oportunidade de arrependimento (Jo 3:36).
• Todos aqueles que estão unidos a este mundo perecerão com o mundo. Quem escolher servir a Satanás vai ter que sofrer as conseqüências.
• Eles serão atormentados com fogo e enxofre. Isso fala da intensidade do tormento
2. Os adoradores da besta serão atormentados eternamente - v. 11
• Os adoradores da besta jamais terão descanso (Mt 25:46; Mc 9:48). Os remidos que foram perseguidos e torturados até à morte estão no céu, mas os adoradores da besta estão no tormento eterno. Os tormentos sem cessar dos ímpios está em contraste com a felicidade eterna dos salvos (Ap 4:8; 14:13).
• Isso fala não apenas da intensidade do tormento, mas também da perenidade.
• Os adoradores da besta estão condenados, mas os que guardaram os mandamentos de Deus e a fé em Jesus e não cederam à pressão da besta estão seguros (14:12). É melhor suportar perseguição pacientemente do que escapar dela agora e ser atormentado por toda a eternidade.
V. A BEM-AVENTURANÇA DOS QUE MORREM EM CRISTO - V. 13
1. O grande paradoxo: Os mortos em Cristo são felizes
• Isso não é voz da terra, mas do céu. Essa revelação não é passageira, deve ser escrita. Aqueles que morrem ou mesmo os que são martirizados pela besta ou pela grande meretriz são muito felizes.
• Não são todos os mortos que são felizes, mas os que morrem no Senhor.
2. Os mortos em Cristo descansam
• Há grande contraste entre os ímpios atormentados (v. 11) e os remidos descansando (v. 13).
• Aqueles que morrem em Cristo, não morrem, dormem. Eles não vivem vagando, não vão para o purgatório nem vão para o túmulo. Eles vão para o paraíso, para o Lar, para o céu, para o Seio de Abraão. Eles vão habitar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor.
3. Os mortos em Cristo não são levados para o céu pelas obras, mas levam as suas obras para o céu
• Não somos salvos pelas obras, mas para as boas obras. Elas não abrem nosso caminho para o céu, mas nos acompanham no céu. Não ficaremos sem recompensa.
VI. A SEGUNDA VINDA DE CRISTO PARA A COLHEITA DOS JUSTOS -V. 14-16
1. Cristo vem gloriamente e vencedoramente nas nuvens - v. 14
• Ele virá fisicamente, pessoalmente, visivelmente, gloriosamente, vitoriosamente. Ele virá como subiu, em uma nuvem (At 1:9-11). Ele virá com as nuvens (Ap 1:7).
2. Cristo vem para a colheita das primícias, ou seja, reunir os seus eleitos - v. 15-16
• Ele virá para julgar. A coroa da vitória estará em sua cabeça e a foice em sua mão. Ele virá para reunir os seus escolhidos dos quatro cantos da terra (Mt 24:29-31) e então se assentará no trono para julgar (Mt 25:31-46). A colheita é o fim do mundo (Mt 13:39).
• "A seara está madura" - Isso significa que a história desenrola-se sob a soberania de Deus.
• Tanto Cristo como os anjos são os ceifeiros. A colheita das primícias # para o Senhor. Os remidos serão reunidos como o trigo no celeiro, mas o ímpios como joio na fornalha (Mt 13:40-43).
VII. A SEGUNDA VINDA DE CRISTO PARA O CASTIGO FINAL DOS ÍMPIOS - V. 17-20
1. O juízo para os ímpios será como uma vindima - v. 18
• A idéia aqui não é de uma colheita dos frutos, mas de um lagar, onde as uvas são pisadas e esmagadas. Essa é uma idéia clara do furor da ira de Deus contra os ímpios que blasfemaram do seu nome e perseguiram a sua igreja (Is 63:1-6). Em Apocalipse 19:15 mostra o próprio Cristo pisando o lagar: "... e pessoalmente pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-poderoso".
2. O lagar é fora da cidade, ou seja, os salvos não participarão desse juízo - v. 19-20
• Esse é o lagar da cólera de Deus.
• Os remidos não sofrerão esse juízo (Jo 5:24). Os remidos serão a delícia de Deus. a noiva do Cordeiro, enquanto os ímpios serão o alvo da ira pura de Deus.
3. O juízo de Deus será completo sobre todos os ímpios em todos os lugares - v. 20
• A extensão de 1.600 estádios é igual a 360 km, ou seja, a distância do Norte ao Sul da Palestina, ou seja de Dã a Berseba. O sangue vai até aos freios dos cavalos, ou seja, 1,5 metro de altura. Esse mar de sangue é sem dúvida um símbolo do completo e total juízo de Deus que alcança os ímpios plenamente e em todos os lugares.
CONCLUSÃO
1. Na humanidade só há dois grupos: os salvos e os perdidos. Os adoradores da besta e os adoradores do Cordeiro, os que estarão com Cristo no Monte Sião e que serão atormentados de dia e de noite. Aqueles que estarão cantando e descansando no céu e aqueles que estarão atormentados para sempre.
2. Na humanidade só há duas igrejas: a igreja verdadeira, os 144.000 selados, redimidos, primícias para Deus e a igreja apóstata que seguir a besta e receber sua marca.
3. De que lado você está? Você tem o selo de Deus na sua vida? Sua vida é pura? Seus lábios são puros? Você está preparado para o dia do juízo? Hoje ainda é dia de oportunidade. Logo o juízo chegará e então, será tarde demais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

1º TRIMESTRE 2012 1º TRIMESTRE 2013 1º TRIMESTRE 2014 1º TRIMESTRE 2015 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 2º TRIMESTRE 2012 2º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2014 2º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 3º TRIMESTRE 2012 3º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2011 4º TRIMESTRE 2012 4º TRIMESTRE 2013 4º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2015 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL ADORAÇÃO ADULTÉRIO ADULTOS AÉCIO NEVES AGENDA AGIOTAGEM ALEGRIA ALEXANDRE COELHO AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ANO NOVO ANTÔNIO GILBERTO APOLOGÉTICA APOSTOLO ARROGÂNCIA ATIVISMO ATOR AUGUSTUS NICODEMUS LOPES BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO BRASIL C. H. BROWN CAIM CALVÁRIO CASAMENTO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CIRO SANCHES ZIBORDI CLAUDIONOR DE ANDRADE CÓDIGO DA VINCI COMENTÁRIOS COPA DO MUNDO CORDEIRO CORRUPÇÃO CPAD CRIANÇAS CRIME CRISTO CRITICAS CUBA DANIEL DENZEL WASHINGTON DEPUTADOS DESIGREJADOS DEVOCIONAIS DIÁCONO DILMA ROUSSEFF DINHEIRO DIVÓRCIO DONS ESPIRITUAIS DOUTOR ECLESIASTES EDUCAÇÃO ELIAS ELIENAI CABRAL ELIEZER DE LIRA E SILVA ELIEZER RODRIGUES ELINALDO RENOVATO ENTREVISTA ENVELHECER EPÍSTOLA DE TIAGO EPÍSTOLAS ESCATOLOGIA ESCOLA DOMINICAL ESEQUIAS SOARES ESTUDOS EUNÁPOLIS EVANGELHOS EVENTOS ÊXODO EXPOSITIVO F FÁBULAS FAMÍLIA FARSA FÉ E OBRAS FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO FESTA FILHOS FILIPENSES FILMES FORNICAÇÃO FOTOS GENESIS GEREMIAS DO COUTO GLOBO GOMORRA GRATIDÃO HERESIAS HERNANDES DIAS LOPES HERRY POTTER HOMILÉTICA HOMOSSEXUALIDADE HUMILDADE ILUSTRAÇÕES ÍMPIOS INIMIGOS INIMIZADE INVESTIGAÇÃO ISRAEL JEAN WYLLYS JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JOSÉ GONÇALVES JOVENS JUSTOS LARRY WILSON LAVA JATO LEIS LIBERALISMO LIÇÕES BÍBLICAS LIDERANÇA LÍNGUA LUCAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MAGNO MALTA. MANDAMENTOS MAR VERMELHO MARCHA PARA JESUS MARCHISMO MARCO FELICIANO MARCOS MARIA MARINA SILVA MARIO SALES MARK BROWN MARTA MARTINHO LUTERO MENSAGENS MESTRE MOISÉS MULHER MUSICA MYLES MUNROE NAMORO NAMOROj NATAL NELSON NED NETO GUERRIERI NORBERT LIERTH NOTÍCIAS NOVELAS OBREIROS ÓDIO OPERAÇÃO ORAÇÃO OS DEZ MANDAMENTOS OSTENTAÇÃO PARÁBOLA PASCOA PASTORAIS PERDÃO PETROBRAS PETROLÃO PILATOS POLICIA POLITICA PORNOGRAFIA PREFEITOS PREGADORES PRESBÍTERO PRESIDENTE PROFETAS PROSPERIDADE PROTESTO PROVAÇÕES PROVÉRBIOS REFLEXÕES REFORMA REINALDO AZEVEDO RELIGIÃO RENATO BROMOCHENKEL REYNALDO ODILO ROMANOS SABEDORIA SACERDOTES SALMOS SALVAÇÃO SAMUEL F.M. COSTA SAMUEL VIEIRA SANTIFICAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SÉRIES SERMÃO DO MONTE SERMÕES SEXO SEXUALIDADE SILAS DANIEL SILAS MALAFAIA SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TEOLOGIA TESTEMUNHO TRABALHO VIDA CRISTÃ VIDEOS VINDA DE CRISTO VIOLÊNCIA WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA