ACONSELHAMENTO PASTORAL OU ACONSELHAMENTO PSICOLÓGICO?

1. QUESTÃO PRELIMINAR Esta é a primeira questão que desejo considerar: o que estudaremos será aconselhamento pastoral ou aconselhamento...

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A HISTORIA DE UMA FAMÍLIA QUE NOS MOSTRA O SENTIDO DO NATAL

Mt 1:1-17

Já é natal. O ano passou rápido. A cidade já esta toda decorada, colorida, alegre, lojas cheias, crianças fazendo seus pedidos ao papai Noel e o clima de natal já nos domina. Mas, natal é muito mais do que isso, natal é o tempo de celebramos o nascimento do Filho de Deus, Jesus, Aquele que assumiu a forma humana para demonstrar o amor de Deus por nós. Os primeiros versículos do Novo Testamento começam contando a história da família de Jesus, a genealogia de Jesus; talvez soe estranha para nós uma genealogia, mas na cultura judaica a genealogia tinha por objetivo mostrar de qual família à pessoa pertencia, o valor do nome dessa família, a pureza étnica (mostrar se a pessoa era 100% judeu) e como requisito para o oficio sacerdotal. Então, na cultura oriental as genealogias eram muito importantes. Ao olharmos para a genealogia de Jesus nos deparamos com uma surpresa: o nome de quatro mulheres. Tamar (v.3), Raabe (v.5), Rute (v.5) e Bate-seba ( v.6). Mas, por que surpresa com o surgimento de mulheres na genealogia de Jesus? A surpresa é fruto da condição das mulheres nos dias de Jesus, pois, elas não tinham direitos legais, não apareciam em genealogias, eram consideradas “propriedades” dos pais e maridos, mostrando assim como elas era vistas pela sociedade. A genealogia de Jesus fica mais interessante quando vemos na Palavra de Deus a história dessas mulheres. Vejamos:

Tamar: fingiu-se de prostituta e seduziu o próprio sogro;

Raabe: prostituta que morava na cidade de Jericó e serviu de refúgio para os espiões israelitas;

Rute: estrangeira da terra de Moabe (Dt 23.3);

Bate-Seba: mulher com quem o rei Davi cometeu adultério.

Isso era um escândalo para os judeus. Pois, na genealogia de Jesus havia prostitutas, uma adultera e uma estrangeira. Mas, o interessante é que todas essas mulheres tiveram um encontro com o Senhor e a história da vida deles foi transformada. Mas, surge uma pergunta: Por que a genealogia de Jesus traz o nome destas mulheres? A história dessas mulheres responde essa pergunta. A história dessas mulheres na genealogia de Jesus nos ensina três lições que brevemente quero compartilhar.

1. A história dessas mulheres esta na genealogia de Jesus para mostrar que o fracasso humano é matéria-prima para o propósito divino
Mais importante do que o lugar de onde você veio é o lugar para onde você vai! Mais importante daquilo que você é, é aquilo que você pode ser! Quando olhamos nas Escrituras vemos a fragilidade humana, vemos como o pecado afetou nossa humanidade (Rm 3:23), como somos frágeis e capazes dos mais terríveis atos. A nossa história moderna nos prova isso. Porém, para Deus isso não é problema. Ele transforma nossa história de vida, pois, Ele é Senhor e Criador de todas as coisas. Por isso Ele esta preocupado não com o começo da nossa história, mas sim em como ele irá acabar. O natal é o sinal visível de Deus encarnando na pessoa de Jesus, assumindo a forma humana, e vindo ao nosso encontro para mudar a nossa história de vida. Natal é tempo de lembrarmos esse presente maravilhoso de Deus para nós.

2. A história dessas mulheres esta na genealogia de Jesus para mostrar que as escolhas de Deus não se baseiam no mérito humano
A inclusão dessas quatro mulheres na genealogia de Jesus nos mostra que as nossas escolhas são baseadas em nossos próprios méritos. Nós não iríamos escolher essas mulheres para fazer parte do nosso projeto de vida ou convidá-las para a nossa casa, pois, a história delas, o currículo delas não são bons o bastante para o nosso padrão.Porém, as escolhas de Deus não são baseadas nos nosso méritos, no nosso desempenho espiritual, pelas nossas boas obras, mas sim na graça e misericórdia Dele, na obra que Cristo Jesus fez na cruz. Natal é tempo de redescobrimos nossa humanidade em Cristo, pois, em Cristo, Deus escolheu nos amar e derramar bênçãos.

3. A história dessas mulheres esta na genealogia de Jesus para mostrar a universalidade
do evangelho (boas novas) de Cristo
A genealogia de Jesus nos mostra que o amor de Deus, a nova vida que Ele tem para oferecer é para todos. Homens e mulheres. “Perfeitas” ou “imperfeitas”. Adultos ou crianças. Porque Deus em Cristo Jesus resgata a dignidade humana. Em uma época em que a mulher não era considera, e era totalmente desprezada, Jesus conferi honra as mulheres, muito antes de qualquer movimento feminista. As Escrituras nos dizem que “…pois os que em Cristo foram batizados, de Cristo se revestiram. Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus.” (Gálatas 3.27-28). Esse é o verdadeiro sentido do natal: a materialização do amor de Deus. Quando Cristo nasceu o amor de Deus se materializou, sem levar em conta o nosso fracasso, sem levar em conta nossas escolhas e sem acepção de pessoas. Que possamos celebrar o natal nessa perspectiva. A perspectiva do amor imenso de Deus por nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça comentários produtivos no amor de Cristo com a finalidade de trazer o debate para achar a verdade. Evite palavras de baixo calão, fora do assunto ou meras propagandas de outros blogs ou sites.

Marcadores

REFLEXÕES NOTÍCIAS LIÇÕES BÍBLICAS VIDEOS ESCOLA DOMINICAL DEVOCIONAIS COMENTÁRIOS ESTUDOS SAMUEL VIEIRA VIDA CRISTÃ EVENTOS SERMÕES PASTORAIS SILAS MALAFAIA JOSÉ GONÇALVES 2º TRIMESTRE 2012 HERNANDES DIAS LOPES POLITICA ILUSTRAÇÕES ELINALDO RENOVATO FAMÍLIA SILAS DANIEL 4º TRIMESTRE 2012 ALEXANDRE COELHO ELIENAI CABRAL 1º TRIMESTRE 2013 2º TRIMESTRE 2013 3º TRIMESTRE 2014 EPÍSTOLA DE TIAGO EVANGELHOS 3º TRIMESTRE 2013 DILMA ROUSSEFF MENSAGENS APOLOGÉTICA APOSTOLO CASAMENTO EPÍSTOLAS 2º TRIMESTRE 2014 4º TRIMESTRE 2013 FOTOS 3º TRIMESTRE 2012 FILIPENSES PROFETAS 1º TRIMESTRE 2015 2º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2014 ADULTOS DANIEL DOUTOR OS DEZ MANDAMENTOS DONS ESPIRITUAIS LUCAS MANDAMENTOS ROMANOS 2º TRIMESTRE 2015 CPAD ESEQUIAS SOARES HOMOSSEXUALIDADE 1º TRIMESTRE 2014 3º TRIMESTRE 2015 AGENDA MARIO SALES ÊXODO ELIEZER DE LIRA E SILVA RENATO BROMOCHENKEL ANTÔNIO GILBERTO 4º TRIMESTRE 2015 CRIME JOVENS MARCOS POLICIA REFORMA SÉRIES CLAUDIONOR DE ANDRADE FÁBULAS VIOLÊNCIA AUGUSTUS NICODEMUS LOPES ECLESIASTES GENESIS SALMOS ADULTÉRIO AÉCIO NEVES CIRO SANCHES ZIBORDI MARINA SILVA NATAL 1º TRIMESTRE 2012 FORNICAÇÃO FÉ E OBRAS HERESIAS LUIS INÍCIO LULA DA SILVA MARCO FELICIANO PROVÉRBIOS REINALDO AZEVEDO ANO NOVO BRASIL DINHEIRO INVESTIGAÇÃO MYLES MUNROE NAMORO PRESBÍTERO PROSPERIDADE SANTIFICAÇÃO SERMÃO DO MONTE 4º TRIMESTRE 2011 COPA DO MUNDO ESCATOLOGIA GEREMIAS DO COUTO GLOBO MULHER NELSON NED NOVELAS PETROBRAS PETROLÃO PORNOGRAFIA SEXO DEPUTADOS DIÁCONO EDUCAÇÃO ENTREVISTA FESTA FILHOS LAVA JATO LIBERALISMO LIDERANÇA MAGNO MALTA. MARIA MARTA MARTINHO LUTERO OBREIROS ORAÇÃO PARÁBOLA PRESIDENTE SABEDORIA 1º TRIMESTRE 2016 1º TRIMESTRE 2018 ADORAÇÃO ATIVISMO ATOR C. H. BROWN CORRUPÇÃO CUBA DENZEL WASHINGTON DIVÓRCIO ELIAS FILMES GRATIDÃO ISRAEL JEAN WYLLYS MARCHA PARA JESUS NORBERT LIERTH OPERAÇÃO PREGADORES PROTESTO REYNALDO ODILO SACERDOTES SAMUEL F.M. COSTA SEXUALIDADE TEOLOGIA TRABALHO 3º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2008 4º TRIMESTRE 2016 4º TRIMESTRE 2018 ABEL AGIOTAGEM ALEGRIA AMIGOS AMIZADE AMY WINEHOUSE ANCIÃO ARROGÂNCIA BABILÔNIA BIBLIOLOGIA BISPO CAIM CALVÁRIO CHARLES HADDON SPURGEON CHARLES R. SWINDOLL CORDEIRO CRIANÇAS CRISTO CRITICAS CÓDIGO DA VINCI DESIGREJADOS ELIEZER RODRIGUES ENVELHECER EUNÁPOLIS EXPOSITIVO F FARSA FEMINISMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO GOMORRA HERRY POTTER HOMILÉTICA HUMILDADE INIMIGOS INIMIZADE JEJUM JOHN ANKERBERG JOHN WELDON JORDÃO JUSTOS LARRY WILSON LEIS LÍNGUA MAR VERMELHO MARCHISMO MARK BROWN MESTRE MOISÉS MUSICA NAMOROj NETO GUERRIERI OSTENTAÇÃO PASCOA PERDÃO PILATOS PREFEITOS PROVAÇÕES RELIGIÃO SALVAÇÃO SEGURANÇA SELEÇÃO BRASILEIRA SENADOR SODOMA TEMOR TEMPERAMENTOS TENTAÇÃO TESTEMUNHO VINDA DE CRISTO WARREN WIERSBE WILLIAM MACDONALD XUXA ÍMPIOS ÓDIO